Arteta no Arsenal pode dar certo, mas precisará de paciência

Getty Images
Getty Images

Ele pode estar de volta


Depois de muitos nomes veiculados, Mikel Arteta parece estar próximo de ser anunciado como o novo técnico do Arsenal. Após quase 22 anos, veremos outra pessoa sentada no banco de reservas que não seja Arsène Wenger. E este cara pode ser alguém que conhece muito bem o ambiente no clube.


Arteta desembarcou no Emirates em 2011, quando tudo estava um vendaval. Cesc e Nasri haviam sido vendidos e vínhamos de uma simples derrota para o Manchester United por 8 a 2. Antes disso, perdemos também para o Liverpool em casa por 2 a 0. Um início terrível de temporada.


O meia espanhol, na época com 29 anos, chegou no Deadline Day para tapar um buraco razoavelmente grande no meio campo e acabou ganhando um espaço imenso no coração da torcida. Técnico, disciplinado, habilidoso e com uma capacidade de liderança que era mais do que necessária àquela altura.


Foram cinco temporadas e excelentes atuações. Assumiu a braçadeira de capitão nos últimos dois anos de contrato e pôde erguer duas taças da FA Cup, ajudando a tirar o clube da seca de títulos.


Desde julho de 2016 trabalha com Pep Guardiola no Manchester City. É o principal assistente do melhor técnico da atualidade. Não há maneira melhor do que aprender com o maior.


Pelos laços construídos em Londres e pela experiência compartilhada com Wenger e Pep nos últimos anos, acredita-se que ele seja o cara certo para dar continuidade ao trabalho iniciado por Arsène na década de 90.


Assim como Guardiola, Arteta também é fruto de La Masia, a famosa "máquina" de criar talentos do Barcelona. Apesar da diferença de idade entre os dois, sempre foram amigos próximos. Na teoria, as filosofias são as mesmas. Na prática, existem dúvidas, o que é normal. Trata-se de alguém aposentado há apenas duas temporadas que não possui experiência como treinador principal de qualquer equipe profissional.


No entanto, seu papel no City tem rendido elogios. Com sua bagagem na Premier League, ele ajudou Pep em sua chegada do Bayern, por isso ganhou um papel de tamanha importância por lá.


De acordo com o correspondente da equipe, Sam Lee, do Goal.com, a contribuição mais importante de Arteta para os Citizens foi a maneira como se comunica com o time. Ele é o encarregado de transmitir aos atletas o que Pep deseja.


Getty Images
Getty Images

Em um intervalo de dois anos, Arteta deixou a braçadeira de capitão no Arsenal para se tornar o homem de confiança de Guardiola no Manchester City


"Foi ele quem explicou a Fabian Delph o que se esperava dele em seu novo papel como meio-campista. Também passou horas reproduzindo a mensagem para os zagueiros, explicando exatamente como eles precisam se posicionar em campo e como moldar seus corpos quando recebem a bola", destacou Lee.


Porém, a vida não é um conto de fadas. O mundo real possui diversos obstáculos que se você não tiver casca o suficiente, pode penar para superá-los. E casco Arteta ainda não tem. Terá, mas, hoje, ainda lhe falta.


O que não significa que fará um mau trabalho se, de fato, assumir o comando do Arsenal. Torço MUITO para que dê certo, além do mais, ele é o meu favorito entre as opções mais jovens.


"Arteta é um risco, mas ele parece ser um risco que vale a pena correr", descreveu de forma cirúrgica em sua coluna Cy Brown, colaborador da Forbes.


Como técnico e substituindo alguém que esteve no posto por 22 anos, ele terá desafios que nem de perto enfrentou como auxiliar no City. "Exigências de contrato, demandas salariais, agentes sendo agentes, a dinâmica de uma sala de diretoria em mudança, lutas pelo poder, gerenciamento de sua própria equipe e a mídia", lembra o Arseblog.


Mesmo assim, ele é o favorito para o cargo. Gazidis tem plena confiança em suas ideias. Ele, ao lado de Sven Mislintat e Raúl Sanllehí, deverão dar o apoio necessário para o espanhol assumir o barco e ganhar a casca necessária.


O futebol tem mudado. As cabeças novas tem conquistado espaço entre os medalhões. Técnicos jovens têm sido tendência e é exatamente disso que o Arsenal precisa: renovação. Com Arteta, teremos isso. Mas pode demorar. Então muita calma será necessária.


Os jornais indicam que as partes devem se reunir nesta quinta-feira (17). É provável que tudo seja definido o mais breve possível, dado o desejo do clube em nomear o novo técnico antes do início da Copa do Mundo. Fiquemos no aguardo.