Atlético de Madrid e Griezmann chegam iluminados ao clássico

Divulgação/Atlético de Madrid
Divulgação/Atlético de Madrid

Melhor defesa do Campeonato Espanhol, o Atlético de Madrid marcou nove gols em seus dois últimos compromissos contra Sevilla e Leganés


Não há dúvidas de que o Atlético de Madrid atravessa seu melhor momento na temporada. Contando todas as competições, a equipe alcançou pela primeira vez oito vitórias em sequência (Las Palmas, Valencia, Málaga, Copenhagen, Athletic Bilbao, Copenhagen, Sevilla e Leganés), com classificação tranquila para as oitavas-de-final da Liga Europa e redução da distância de 11 para 5 pontos em relação a liderança do Campeonato Espanhol durante esta série. Um mês de fevereiro perfeito.


Melhor cenário impossível para iniciar março e logo de cara encarar o duelo contra o Barcelona, no Camp Nou, no domingo. Uma vitória do Atlético no jogo mais importante da temporada espanhola até aqui apimentaria de vez um campeonato que já parecia decidido. Empatar não seria de todo mal, mas uma derrota devolveria o campeonato às mãos do Barça e praticamente enterraria o sonho colchonero de uma reviravolta. 


Com três tropeços nos últimos cinco compromissos, o Barcelona vive o momento mais instável de sua campanha. Ao contrário, o Atlético de Madrid cresce ao mesmo tempo que uma de suas principais estrelas, Antoine Griezmann. Se o Atlético de Madrid vive seu momento mais iluminado da temporada, a mesma coisa pode se dizer de Griezmann. 


A primeira metade da temporada do atacante francês foi bastante tímida. De agosto a dezembro, Griezmann esteve acanhado tanto como goleador como garçom. Foram apenas cinco gols e 3 assistências na conta dele, números baixos para um jogador de seu calibre.


Desde a virada do ano, no entanto, balançou as redes sete vezes e ainda somou quatro assistências. Isso sem contar outras quatro bolas na trave que poderiam ter inflado ainda mais estes números. Desde domingo passado, Griezmann está pegando fogo. Foram sete gols em dois jogos, três contra o Sevilla e quatro diante do Leganés. Griezmann se tornou o primeiro jogador francês da história a marcar quatro vezes em uma mesma partida (poker) de Campeonato Espanhol. Gol de falta, de cabeça, cara a cara com o goleiro.... Só não fez chover! 


Divulgação/Atlético de Madrid
Divulgação/Atlético de Madrid

Griezmann anotou quatro gols contra o Leganés, o segundo deles em cobrança de falta no ângulo


Quando abriu o marcador contra o Leganés, Griezmann chegou ao seu centésimo gol oficial com a camisa colchonera. Quando fechou o placar daquele jogo, já somava 103 gols, número que o colocou na lista do 10 maiores artilheiros da história do Atlético de Madrid, empatado com José Juncosa, atacante espanhol que jogou a Copa do Mundo de 1950, no Brasil.


Que contra o Barcelona, Griezmann desempate!