Atlético de Madrid movimenta bastidores da seleção da França

Getty Images
Getty Images

Embora ainda não tenha anunciado seu futuro, Griezmann parece destinado a deixar o Atlético de Madrid, enquanto Thomas Lemar está de malas prontas para Madrid


O Atlético de Madrid é o principal pivô das questões extra-campo da seleção da França na preparação para a Copa do Mundo da Rússia. 


A principal questão, sem dúvida, é a situação de Antoine Griezmann, que continua se arrastando. Fica no Atlético ou vai para o Barcelona?


Nesta terça-feira, quando o atacante sentou-se para conceder entrevista coletiva em solo russo, tudo indicava que haveria uma resposta para o suspense.


Entretanto, pouco antes das perguntas serem abertas ao jornalistas, Griezman declarou que ainda não havia chegado o momento se falar sobre seu futuro, embora já tenha decidido qual clube irá defender na próxima temporada. 


Depois disso, os assessores de imprensa dos Blues proibiram qualquer pergunta dos jornalistas que não fosse realizada no idioma francês, uma tática para inibir possíveis questionamentos da imprensa espanhola presente no local sobre o assunto.


Não adiantou!


Um dos repórteres, inclusive, gerou uma cena hilária ao posicionar o microfone abaixo de seu celular enquanto a voz do Google Tradutor traduzia o pergunta. 


Veja abaixo o momento: 




No mesmo dia da entrevista em que de Griezmann deixou o mistério no ar, o Atlético de Madrid anunciou, através de seu site oficial, que está muito perto de um acerto com o meia Thomas Lemar, do Monaco. 


A nota oficial dá conta de que nos próximos dias os dois clubes trabalharão para oficializar a transferência. 


Segundo o jornal L'Equipe, o negócio custará 60 milhões de euros aos cofres colchoneros. 


Na última temporada, Lemar marcou três gols e deu 10 assistências em 38 partidas oficiais.


Em 2017, Lemar foi um dos grandes destaques da campanha que levou o Monaco às semifinais da Liga dos Campeões da Europa. 


Além de Griezmann e Lemar, o Atlético de Madrid ainda conta com o zagueiro Lucas Hernández no grupo de Didier Deschamps que vai defender a França na Copa do Mundo.


É fato que o torcedor colchonero vai ficar de olho em cada movimentação nos bastidores da seleção francesa no Mundial da Rússia.