Diniz, Veiga, Marcinho, Gedoz e Coutinho: o mercado do Furacão

O blog Estarei Sempre Contigo, assim como toda a mídia nacional, cometeu uma barrigada das grandes: após conhecer a estrutura do Furacão e se impressionar positivamente, Seedorf ficou apalavrado com o clube, e restavam poucos acertos para o anúncio oficial. Dias se passaram e o holandês aparentemente sumiu do mapa, obrigando o Atlético, que não está disposto a esperar mais, a ir atrás de seu plano B: Fernando Diniz. 


Gazeta Press
Gazeta Press

Diniz PROVAVELMENTE dirigirá o Furacão


O técnico já se desligou do Guarani, clube que havia acertado para a temporada, e chegará a Curitiba em breve. O trauma recente pela divulgação da (não) contratação de Seedorf me impede de comentar mais a respeito de Diniz - após a oficialização um material mais completo será elaborado. Por enquanto, ficamos por aqui. 


Entretanto, o início de janela de transferências tem sido movimentado para o Furacão, com algumas novidades. Vamos lá: 


Raphael Veiga


Com 22 jogos e apenas um gol com a camisa do Palmeiras, Raphael Veiga pedia espaço. E terá no Furacão: meio-campista, chega para dar mais talento para o setor, que já conta com bons nomes. Por aqui, sua participação deve ser bem mais constante. 


Gazeta Press
Gazeta Press

Veiga vem para o Atlético em busca de sequência


E, mesmo com o número reduzido de oportunidades, Veiga não fez feio no Porco, tendo desempenho satisfatório quando foi aproveitado, distribuindo algumas assistências e mostrando qualidade com a perna esquerda. A concorrência pesada do meio-campo palmeirense acabou deixando Veiga para trás, o que ficou mais claro com a chegada de Lucas Lima. O Palmeiras não "fez força" para a permanência do jogador, porém tem ciência de seu talento e o liberou somante para empréstimo. 


Aos 22 anos, Raphael Veiga fará dura concorrência a Guilherme, principal jogador da criação em 2017, e também a Nikão, que não apresentou bom desempenho no segundo semestre. Quer a titularidade e deixou o Palmeiras com esse propósito. Aqui no Paraná, teve destaque com a camisa do Coritiba, atraindo interesse de várias equipes do Brasil na época. 


Colaboração: Guilherme Coimbra


Marcinho


Mais um que chega por empréstimo e que atua na linha ofensiva. Após jogar pelo São Paulo em 2017, o meia, que pertence ao São Bernardo, é uma aposta atleticana para o elenco. 


Gazeta Press
Gazeta Press

Marcinho terá que provar o seu valor


Depois de um bom desempenho no interior paulista, chegou ao São Paulo para ser titular. Implacou boas atuações e logo se mostrou uma opção polivamente, ajudando até na lateral. Perdeu espaço progressivamente com a chegada de novos reforços e a pressão por resultados imediatos no Morumbi. Deixou o clube sem destaque nem mágoas. 


Dito isso, é difícil avaliar seu exato papel no grupo. A princípio, pode entrar em campo no Estadual para testar seu valor. O meio-campo promete ser o setor mais concorrido para a temporada, e será preciso correr bastante para ter espaço. 


Colaboração: Victor Castro


Felipe Gedoz


Ligado a diversos clubes, Felipe Gedoz provavelmente não seguirá no Atlético para atual temporada. Isso se acentuou com a chegada de Marcinho e Veiga, que jogam no mesmo setor, além da reintegração de João Pedro, que teve destaque pelo Paraná Clube na Série B.


Gazeta Press
Gazeta Press

Gedoz dificilmente segue para a temporada


Com bom valor de mercado, deve render uma boa quantia ao Furacão. O León, do México, apresentou proposta de 1,5 milhão de euros. Mais deve aparecer nos próximos dias. A passagem dele por aqui se resume a "uma pena": descompromissado a princípio, foi para a geladeira e voltou melhor, mas caiu na rotina de rodízios incoerentes de Fabiano Soares. É o jogador mais talentoso do elenco, porém parece cada vez mais longe daqui.


Douglas Coutinho


Após uma temporada operante, deixou o Atlético rumo ao Ceará. E, repetindo o que foi dito na sua retrospectiva: pode ser identificado, ser esforçado, mas não pode jogar por aqui, visto tudo o que já vimos dele. Entretanto, precisamos desejar boa sorte para ele, que, apesar de tudo, nunca deixou de vestir nossa camisa com força de vontade.Gazeta Press




Gazeta Press

Coutinho já foi anunciado pelo Ceará