Intragável: 2 pontos perdidos para o árbitro e com um futebol medíocre

O Barcelona jogou dois pontos fora quando não podia e contra um horroroso Las Palmas. Apesar do pênalti invisível inventado pelo árbitro e por vários outros erros graves de não punição aos violentos e estabanados adversários, a equipe catalã fez um segundo tempo tão ruim que lembrou as péssimas atuações que vemos a cada semana dos nossos times brasileiros da atualidade.

Depois de virar o primeiro tempo ganhando com tranquilidade com mais uma obra prima pintada por Lionel Messi em cobrança de falta, o time se perdeu de maneira espantosa. Ninguém se salvou, e até Messi cometeu erros que não costuma cometer.

Como já dito anteriormente aqui no blog Barcelonizando, Messi vai criar algo original para decidir a cada partida, mas também foi dito que o argentino não vai salvar sempre. 


getty images
getty images

Messi fez a parte dele


Não tem como aguentar certas atuações. Ontem, a segunda etapa parecia uma várzea, independentemente de cansaço pela maratona de jogos, os erros técnicos estavam intragáveis, a típica inconstância de jogo com queda vertiginosas no ritmo de jogo, foram irritantemente vistas em um jogo do Barça. Quantos erros e perdidas de bola infantis, parecia jogo do Brasileirão.

Começando por Paulinho, o brasileiro teve mais uma chance e novamente jogou muito mal. Desta vez jogando no lugar de Rakitic, Paulinho provou que realmente não serve para jogar mais recuado. Seu lugar é em uma linha mais à frente e mais centralizada, não caindo pela direita.

Lucas Digne foi ainda pior, não acertou nada, atrapalhou diversos ataques com medo de jogar, lembrou nossos laterais que fazem cruzamentos ridículos direto nas mãos dos gandulas.

Até Iniesta foi sofrível, errou diversos passes bobos, o uruguaio Suárez também, parecia um máster de tanto que se embananava e desperdiçava oportunidades.

Coutinho ainda entrou para dar vida ao time, começou muito bem, mas logo também entrou na "dança dos erros". Definitivamente o brasileiro precisa ser mais consistente, não pode oscilar tanto dentro de uma partida com esta camisa.

E, pra completar, Dembélé. Substituiu o sempre irregular Vidal e deu um show de pataquadas, parecia o programa dos Trapalhões. É perceptível a habilidade diferenciada do francês, também é compreensível que ele seja jovem, mas é inadmissível um atleta comprado por mais de 100 milhões cometer tantas atrocidades com a bola.


getty images
getty images

Dembélé foi de doer


Realmente espero que tenha sido um dia atípico na caminhada deste Barcelona que vem fazendo uma excelente temporada. Porém, o que fica claro é que existe um problema sério na vaga em aberto.

No domingo, na decisão da La Liga contra o embalado Atlético de Madrid, que agora está a 5 pontos atrás, Valverde deveria/deverá escalar Coutinho, mas, para a Champions, a dúvida infelizmente permanece, pois ninguém está fazendo por merecer.

Curta a página Barcelonizando no Facebook