Existe uma única chance do Barça se complicar hoje contra a Roma

Qual torcedor do Barça não comemorou após o sorteio das quartas de final da Champions?

Vamos admitir, o mundo sabe que o Barcelona pegou o adversário mais frágil, a Roma de Dzeko, Alisson e De Rossi nem devia estar onde está.

Tecnicamente não existe comparação entre as equipes, todos os 11 titulares do Barcelona são melhores do que os do esquadrão italiano. O conjunto de Valverde deverá entrar com a mesma equipe que venceu o Chelsea por 3 a 0, com Sergi Roberto na lateral e Dembélé no lado direito do ataque. Time completo e jogando em casa.


Getty Images
Getty Images

No Camp Nou tem que ser assim


Messi parece estar 100%. Depois da mágica que fez em poucos minutos para manter a invencibilidade do clube catalão no campeonato espanhol diante do Sevilla, certamente o melhor do mundo estará com sede de bola para jogar novamente 90 minutos.

Tá bom, então o que pode dar errado? Qual é o risco do Barcelona tropeçar ou sofrer contra a Roma?

A resposta é smples: soberba.

Definição de soberba: O mesmo que arrogância, se sentir superior, auto-confiança em exagero.

Pronto, aí está a resposta bem mastigada.

Se o Barcelona entrar em campo acompanhando o pensamento de quem está de fora, achando que já ganhou, que os gols irão sair automaticamente, ou que Messi vai resolver a qualquer minuto, o tiro pode sair pela culatra. O líder invicto disparado da Liga espanhola e finalista da Copa do Rei pela quinta vez consecutiva deve portar-se como um time campeão, entrando em campo como se fosse uma final. Ou vocês pensam que a Roma vai entrar como? Pra quem não sabe, o tradicional clube das lendas Totti e Falcão não chegava às quartas de final desta competição há 10 anos e a sua defesa ainda não sofreu gols em casa nesta competição. Os romanos certamente ficarão com o time todo no campo de defesa. Mesmo se tomarem o primeiro gol, irão batalhar para levar o confronto vivo para a Itália. 


Getty Images
Getty Images

O time titular com Dembélé tem que mostrar força de campeão


A Roma certamente irá jogar uma guerra, portanto, que o Barça saiba respeitar o adversário e o que está em jogo. É hora de aproveitar o retorno de Busquets, de desencantar a seca de Suárez na competição e de dar ritmo a esta formação com o jovem Dembélé. O Barcelona precisa vencer bem, com um futebol consistente, para provar a si mesmo que pode chegar grande às semifinais para bater de frente com Bayern, Real Madrid e City/Liverpool.

Chegou a hora não só de vencer, mas também de botar medo nos adversários e jogar como um verdeiro campeão.

Curta a página Barcelonizando no Facebook