O Barça no “Calderón del Infierno”!

Chegou a hora! O Barça parece chegar no limite de sua capacidade à casa do Atlético de Madrid. Sem Valdés, sem Piqué, com Messi marcado por três, com Neymar torto na direita, com Fábregas abaixo da média, enfrentando a melhor defesa da Champions e da Liga Espanhola e ainda fora de casa, no inferno do Vicente Calderón lotado por 55 mil torcedores que prometem ser o décimo segundo jogador do clube madrileno.


Getty Images
Getty Images

Aficionados do Atlético de Madrid.


Estou desconfiado e creio que a torcida do Barça também esteja. Nos últimos quatro jogos diante do Atlético foram 4 empates, com apenas dois gols pra cada lado e também com raras chances de finalização.


Enfrentar o time de Diego Simeone será mais difícil do que nunca. O antes apequenado time da capital espanhola voltou a ser um gigante e vai dar a vida em um dos jogos mais importantes de sua história. Preparem-se para uma guerra.


Diante deste cenário, vejo 5 caminhos fundamentais e decisivos para a classificação do Barça:



1- Posse de bola:
Repetir o controle do jogo com a posse de bola do primeiro confronto sem deixar o Atlético contra atacar será vital. O Barça não pode colocar a bunda dentro da própria área, não pode recuar, não pode deixar os caras gostarem do jogo! Será dos pés dos arquitetos Xavi e Iniesta que o Barcelona conseguirá criar, o pouco espaço que sobrar será deles.


2- Neymar na esquerda:
Torcer para o técnico Tata Martino colocar Neymar pelo lado esquerdo. O moleque pode decidir por ali. Pela direita ele não consegue ser o jogador diferente que é e acaba se queimando.


3- Perigo rival ausente:
O hispano-brasileiro Diego Costa é dúvida devido a lesão sofrida no primeiro jogo. Se o camisa 19 não jogar já é um grande começo, sem ele o Atlético perde velocidade e profundidade.


4- Sem falhas:
Rezemos para a desconstruída zaga Bartra-Macherano não entregar a paçoca.


5- Messi:
O melhor jogador de todos os tempos não costuma passar despercebido neste tipo de jogo, o argentino assombrosamente sempre decide. Para isso eu espero ver Messi abrindo mais pela direita e chutando mais no gol, tem que ter mais movimentação contra os Colchoneros.



De qualquer maneira, este jogo é imperdível para sabermos como o Barcelona conseguirá ou não penetrar no ferrolho do Atlético. Será uma aula de ataque ou mais uma aula de defesa.

  Bruno Plapler.