O "problema" Dembélé agora é dentro de campo: quem deve sair para a flecha francesa entrar?

Passadas largas, explosão, ousadia, habilidade, criatividade, ambidestro, dom para jogar futebol e 3 atrasos em treinamentos. Este é o status atual de Ousmane Dembélé, melhor em campo na partida de ontem no empate em 1 a 1 contra o Tottenham pela Champions (com time misto), o moleque desabrochou de vez e está jogando tanto que o problema maior deste carismático craque passou a ser dentro das quatro linhas.  Já disseram que Dembélé seria negociado depois de falhas extra campo e de más atuações (na maior parte delas torto pelo lado esquerdo), mas como já afirmado aqui no blog Barcelonizando há muito tempo, Dembélé é realidade, é craque e se bem trabalhado, renderá muitos frutos ao clube catalão.


getty images
getty images

Mais um golaço para a conta de Dembélé


Quem tem talento, com confiança voa e ontem no Camp Nou, o camisa 11 do Barça jogou muito, foi lúcido nas trocas de passes e nos dribles, e principalmente, marcou um galaço exibindo um combo de qualidades dignas do que vemos nos melhores ponta/atacantes velocistas do mundo (Salah, Hazard, Neymar, Mbappé). 


Com este novo cenário a grande questão da equipe do Barcelona hoje é: quem vai sair do time para a flecha francesa entrar?


Os últimos meses mostraram que o time de Ernesto Valverde encaixou com três homens no meio de campo (Busquets, Rakitic e Arthur) e com Messi, Coutinho e Suárez mais avançados. Para jogos mais duro e de mata mata, dificilmente esse esquema será desfeito, portanto, a briga ficaria entre Coutinho e Dembélé. No último sábado, Dembélé já colocou Coutinho no banco contra o Espanyol, mas não podemos esquecer que o brasileiro vinha voltando de contusão e que ontem, também fez uma belíssima partida, inclusive colocando duas bolas na trave. Importante: Coutinho tem que jogar na esquerda e Dembélé na direita, senão nenhum dos dois rende da melhor maneira.


getty images
getty images

Mesmo jogando muito, Coutinho pode perder a vaga no time


A escolha é difícil, pois ambos também já provaram que se entendem bem com Messi. O momento é da profundidade e da agressividade de Dembélé, mas Coutinho oferece mais maturidade, mais regularidade e preenche melhor o meio de campo. Que dúvida!


getty images
getty images

Super Dembélé


Cada um tem um gosto e logo saberemos a preferência de Valverde, mas antes que alguém fique triste, não esqueça que quando precisar atacar, o Barcelona terá o Quarteto fantástico mais talentoso do mundo. Essa arma mortal certamente ainda será bastante acionada.

Siga a página Barcelonizando no Facebook

Siga o instagram barcelonizando_oficial