O "problema" de Coutinho tem nome: Dembélé

Ontem o Barcelona precisava reverter no Camp Nou a vergonhosa derrota de 2 a 1 sofrida pelo time reserva no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Rei contra o modesto Levante.


Apesar da desvantagem, Suárez foi poupado. Coutinho mais uma vez ganhou vaga na equipe titular. O Barça então construiu um 3 a 0 sem sustos e com uma grande exibição.


Um gol e duas assistências de Messi. Dois gols e participação fundamental no terceiro por parte de Dembélé.


O que Coutinho pode fazer?


getty images
getty images

Coutinho segue desfilando um grande futebol


Assim como fez ocorreu diante do Eibar em outra vitória tranquila por 3 a 0 no fim de semana pelo campeonato espanhol, Coutinho fez bela partida, criou grandes chances, fez combinações com Messi, esteve a pouco de marcar dois gols e deixou grande impressão para a torcida. Diferentemente do que vende a imprensa, o brasileiro da camisa 7 nunca esteve em má fase, Coutinho apenas havia perdido a vaga, o que acarreta em queda de confiança e queda de ritmo de jogo, reflexos absolutamente naturais. Com 3 partidas seguidas novamente como titular, essas questões especuladas viraram pó, pois o único "problema" real de Coutinho só tem um nome: Dembélé. Se o ex-camisa 10 do Liverpool segue jogando bem, a jóia francesa está voando baixo. Atuando ontem pela faixa onde se sente mais confortável (o direito, Valverde!), Dembélé deitou e rolou. Arrancadas, dribles, enfiada deixando Messi de frente com o goleiro, dois gols variando pelo meio com 9 e enfiada de meio campista cerebral para o português Semedo, que encontrou o argentino no terceiro. É muito conteúdo de bola.


getty images
getty images

Voa, Dembélé


Infelizmente para Coutinho, o time culé se encontrou no esquema 4-4-3, com três volantes: os absolutos Busquets (poupado ontem), Rakitic, e agora, com o cada vez mais impressionante escondedor de bolas, Arthur. Nessas peças não dá pra Mexer. Recuar Coutinho só em caso de necessidade de gols em alguma partida de mata mata, faltaria poder de marcação. O controle de jogo do meio campo do Barça com a soma de Messi, que toda hora vem buscar jogo, é impressionante, e o grande diferencial deste experiente esquadrão para frear o ímpeto de velozes e modernos adversários, é na melhor posse de bola do planeta. Pra piorar ainda mais para Coutinho, Dembélé tem uma fantástica velocidade de desafogo para essa bola sair do meio para o ataque, sem contar que o raio francês está se conectando maravilhosamente com o extreterrestre, vide a partida de ontem.


getty images
getty images

Será que Coutinho deixaria o Barcelona?


Boatos sobre  parte futebolística do craque Coutinho jamais deveriam estar em pauta, a única discussão que cabe é; o brazuca vai aguentar ser peça de reposição do Barcelona ou prefere ser o camisa 10 protagonista de um outro grande clube europeu?


Vamos ter que esperar pra ver como ele reage.

Clique e siga Barcelonizando no Facebook

Clique e siga barcelonizando_oficial no Instagram