Guardiola não tem o antídoto para parar o tridente

Sorteio maldito, por que não deu Barça x Juve? A equipe italiana seria o melhor adversário para qualquer um. Mais uma vez, sorte dos merengues!


Mas se é pra pegar o Bayern, que a vingança de 2013 seja em dois jogos. E ao menos em uma coisa o sorteio foi bom, será fundamental para o Barcelona jogar a primeira partida no Camp Nou, fará toda a diferença.

Acredito que, diante de sua torcida, o Barça desta vez conseguirá se impor, fazendo com que a bola passe com mais competência pela primeira linha de marcação do Bayern, ou seja, fazendo ela chegar o mais rápido possível para quem decide, aos pés do tridente de ataque. E quando isso acontecer, salve-se quem puder, pois a zaga bávara é fraca!


O Bayern de Guardiola gosta da bola, mas o ex-técnico do histórico time multi campeão pelo Barça entre os anos de 2009 e 2012 não tem o antídoto para parar este novo Barcelona de Luis Enrique com o espetacular trio de frente. Desta vez não será como em 2013, quando a equipe alemã fez um placar agregado de 7 a 0 sobre o time catalão.

Naquela ocasião o time tinha o frágil Bartra na defesa, Messi e Masche estavam contundidos, os inferiores Pedro e Sanches faziam a linha de frente, Song e Adriano atuaram no segundo jogo... ufa, ainda bem que tudo mudou!

Desta vez, o Barça impõe mais medo a este adversário. Esta questão psicológica também faz muita diferença quando a bola rola, o respeito excessivo pode inibir o esquadrão de Robben e cia. O Barça está mais objetivo, mais mortal, precisa de menos toques na bola para chegar as redes. Agora o Barcelona tem Neymar, tem Suárez e tem um Messi mais maduro, mais cerebral e melhor do que nunca.


Getty Images
Getty Images

O tridente de ataque do Barça é a certeza de sucesso do Barça.


Fazer um placar com dois gols de frente na Catalunha seria o ideal. A pressão do Bayern no Allianz Arena preocupa, então é preciso fazer gordura para ter tranquilidade para contra atacar no campo do inimigo, repetindo o feito do Real Madrid no ano passado, em um surpreendente 0 a 4 na Alemanha.


Chegou a hora dos jogos entre gigantes. Que o Barcelona avance para fazer uma provável final histórica diante do Real Madrid.


Visca el Barça!