16 boas notícias para o Barcelona no final de semana

1- Chegada de Coutinho


O fim da novela já foi comentado aqui no blog, e hoje será o dia de Coutinho no Barça. Exames médicos, assinatura do contrato e apresentação. Na terça, o brasileiro já deve treinar com seus novos companheiros, para ficar pronto para a provável estreia no final de semana, contra a Real Sociedad. A chegada de Philippe foi a grande notícia do final de semana no futebol e, principalmente, em Barcelona.


Getty Images
Getty Images

Coutinho já chegou dando tchau para o Real Madrid


2- Vitória sobre o Levante


Mais três pontos na conta do líder do campeonato, para manter a vantagem sobre o segundo colocado. No primeiro tempo, o Barça jogou bem e abriu dois gols de vantagem, com chances para fazer mais. Reduziu o ritmo no segundo, mas o resultado não chegou a ser ameaçado - no fim, acabou sendo ampliado, quando Paulinho fez o terceiro.


3- Conexão entre Messi e Alba


A enorme conexão entre o camisa 10 e o lateral esquerdo continua sendo letal. Messi criou a jogada, deu a bola para Alba que devolveu de cabeça, na medida para o voleio que abriu o placar da partida. A temporada do lateral é excepcional, sua melhor desde que chegou ao clube, e a conexão com o argentino é um excelente sinal disso.


4- Conexão entre Suárez e Sergi Roberto


Do outro lado do campo, brilhou mais uma vez a conexão entre centroavante e lateral direito. Pelo terceiro jogo consecutivo em que os dois estão em campo, Sergi Roberto recebeu a bola e não precisou nem dominar, tocou de primeira para Suárez fazer o gol. Dessa vez, passe difícil, pelo alto, assim como a finalização do uruguaio, também um voleio. Sergi tem 6 assistências em La Liga, 5 delas para Luisito. Entendimento perfeito entre os dois.


5- Dembélé titular


Valverde surpreendeu ao escalar o camisa 11 desde o início da partida. Dembélé ficou em campo por 67 minutos e fez um bom primeiro tempo, ainda em um ritmo abaixo dos companheiros, mas mostrando algumas de suas qualidades e se destacando por acertar todos os 35 passes que tentou.


No segundo tempo, toda a equipe caiu de produção e o mesmo aconteceu com o francês, que ainda tinha o agravante de sentir mais o desgaste físico. No geral, foi ótimo vê-lo voltando ao Camp Nou e sendo participativo durante o melhor momento do time na partida.


6- Mais uma boa partida de Vermaelen


Ninguém acreditaria no início da temporada, mas já são 9 jogos seguidos de Vermaelen como titular. Mais surpreendente ainda é o nível apresentado em todos eles. Um zagueiro seguro, com tranquilidade para sair jogando e confiança para tentar os desarmes mais difíceis. No decorrer da temporada, Valverde foi presenteado com um reforço inesperado para a zaga.


7- Stegen segue soberano no um contra um


Novamente um atacante saiu frustrado depois de ficar cara a cara com Stegen e não conseguir fazer o gol. O alemão cresce em frente aos adversário e mais uma vez saiu de campo sem levar gols. Levar poucos gols exige um esforço coletivo, mas se o Barça tem a melhor defesa da temporada até aqui, deve muito a seu goleiro.


8- André Gomes não está errando todos os lances


Depois de ir bem (especialmente se comparado ao seu nível habitual) no meio de semana, André entrou no segundo tempo contra o Levante e surpreendentemente fez um ótimo lance, deixando o adversário na saudade com dois belos dribles. Não fez muito mais do que isso, mas só do português não ter errado tudo que tentou já podemos considerar uma boa notícia.


9- Paulinho segue fazendo gols


Já são 7, mais do que os principais atacantes de Atlético, Real e Sevilla. Na ausência de Busquets, que estava suspenso, Paulinho jogou mais recuado, próximo de Rakitic, com uma responsabilidade defensiva maior. Isso não o impediu de aparecer de surpresa na área e fazer o terceiro gol no finalzinho da partida. Gol típico do brasileiro, totalmente à vontade na equipe de Valverde.


10- A má fase de Suárez ficou para trás


Luisito marcou contra o Levante e chegou a 132 gols pelo Barça, superando a marca de Eto’o e se tornando o sétimo maior artilheiro da história do clube. Marca excelente para registrar o retorno à boa forma: 6 gols nos últimos 6 jogos, atuações mellhores e a volta do poder de decisão que a equipe sentia falta.


Getty Images
Getty Images

O Pistoleiro voltou a acertar seus tiros


11- Rakitic funciona de novo como volante


O croata tem sido a opção preferida de Valverde para jogar como volante quando Busquets não está disponível. É claro que o camisa 5 está acima do que qualquer outro jogador da posição pode fazer, mas Rakitic cumpre bem o papel de ajudar a defesa na saída de bola e distribuir o jogo a partir do meio de campo. Atuação discreta, mas eficiente.


12- Valverde conseguiu balancear o time no 4-4-2


Os problemas da formação escolhida pelo treinador incomodaram por algum tempo, principalmente a falta de equilíbrio entre os dois lados do ataque. Agora, Suárez joga mais centralizado, Messi continua com liberdade para se movimentar, Sergi Roberto avança mais pela lateral e até mesmo Dembélé conseguiu se encaixar bem como um meia pela direita contra o Levante. O trabalho de Valverde, que já era bom em resultados, começa a ficar bonito de se ver dentro de campo.


13- Mascherano voltou a ser titular no Camp Nou


Talvez tenha sido a despedida do Jefecito, que se prepara para jogar na China quando Mina chegar ao Barça. Uma boa atuação que se destacou mais pelos lançamentos precisos do que por grandes momentos na defesa. Se não foi o último jogo, ainda dá tempo para o clube fazer uma bela celebração de despedida para um jogador tão importante nos últimos anos.


14- Arnaiz estreou no Campeonato Espanhol


São três jogos e três gols de Arnaiz pelo Barça, todos na Copa do Rei e o último contra o Celta, rival da primeira divisão. Contratado no meio de 2017 para o Barça B, o atacante não só convenceu Valverde que merece chances no time principal como deixou Vidal e Deulofeu, jogadores que atuam em sua posição, fora do banco de reservas contra o Levante. Um sinal de que o treinador enxerga nele um futuro que não está em seus concorrentes.


15- Vidal pode estar de saída


Enquanto isso, o Mundo Deportivo diz que o Barcelona já comunicou Aleix Vidal para que ele procure outro clube, já que não faz mais parte dos planos de Valverde. Faz sentido: não há espaço para ele na lateral, muito menos no ataque. Sevilla ou Valencia pode ser o destino do jogador.


16- A vantagem sobre o Real Madrid


Outro deslize dos rivais e a vantagem aumentou ainda mais. Eles têm um jogo a menos, mas isso parece irrelevante perto dos 16 pontos de vantagem que o Barça possui. É a maior distância que o Real fica do líder na história do Campeonato Espanhol após 18 rodadas, sendo igualada apenas pela temporada 2012/13.


Ao final daquela edição de La Liga, o Barcelona foi campeão com 100 pontos, 15 à frente dos rivais. Números que nos fazem sonhar, mas sem tirar os pés do chão: há muito campeonato pela frente e o grande rival pelo título, o Atlético de Madrid, ainda está 9 pontos atrás do líder.


Getty Images
Getty Images

Dembélé reencontrou Messi e o Camp Nou em sua primeira titularidade após a lesão