Bayern devia tentar contratar Mandzukic novamente

Mario Mandzukic teve atuação apenas regular no confronto entre Croácia e Nigéria, válido pela primeira rodada do Grupo D desta Copa do Mundo. Sem gols, sem assistências, substituído 5 minutos antes do apito final. Longe, portanto, de o pedido do título ser algo oportunista, de momento. A motivação de pedi-lo novamente no Bayern, acredito, não é um desejo isolado. As lembranças que o croata deixou na Baviera são muito boas.


Foram apenas duas temporadas vestindo a camisa do Gigante da Baviera, mas duas temporadas para provar que merecia muito mais reconhecimento. 48 gols, sendo muitos deles importantes - como não lembrar do que abriu o placar contra o Dortmund, pela final da Champions 2012/2013? Duas Bundesligas conquistadas sendo peça importante, artilheiro da equipe em ambas. Definitivamente merecia mais reconhecimento.


Sua saída do Bayern foi estranha: mesmo diversas vezes sabotado em sua segunda temporada pelo clube, conseguiu marcar quatro gols a mais do que na sua debutante. Foram 22 em 2012/2013 e 26 em 2013/2014. Guardiola, embora genial, quando implica com algum atleta é praticamente impossível que perca essa queda de braço. Se até Gomez e Schweinsteiger, ídolos, perderam, não seria com Mario que isso seria diferente. Ele mesmo revelou, tempos depois de ter saído do Bayern, que Pep o decepcionou.


Para o seu lugar chegou Lewandowski, então badalado na época e hoje extremamente desgastado. A vinda do polonês, anunciada oito meses antes de sua estreia pelo Clube, foi fundamental para que Mario deixasse o Clube, o que concretizou-se em junho daquele ano de 2014. Quatro anos e um ciclo de Copa do Mundo depois, Mario foi relevante no Atlético de Madrid e hoje segue importante na Juventus, apesar dos seus 32 anos. Já Lewandowski, artilharias da Bundesliga depois, claramente parece ter chegado ao fim de seu ciclo na Baviera.


Seria importante Lewandowski seguir no Bayern, já que é um dos melhores de sua posição. Mas as frequentes falhas em situações de mata-mata, somadas às chantagens promovidas pelo seu agente e raiva da torcida com suas omissões, fazem com que o fim esteja próximo. O Bayern teria potencial para contratar alguém mais goleador (e caro) do que Mandzukic, mas as injustas decepções do passado e também sua boa indentificação com o Clube e a torcida poderiam fazer com que houvesse uma segunda chance. É uma opção para alguém que dificilmente não precisará ir ao mercado achar alguém para a posição.


Siga Bruno Secco no Twitter