Borussia: Akanji é a nova aposta para resolver os problemas da defesa

O suíço Manuel Akanji foi confirmado como reforço para a defesa do Borussia Dortmund. O zagueiro de 22 anos chega com contrato de quatro temporadas e meia e um custo de cerca de 20 milhões de euros. Revelado pelo Basel e integrante da Seleção Suíça, é um reforço mais do que necessário para o setor defensivo aurinegro.


Getty Images
Getty Images

Akanji terá que se provar no Dortmund, mas também não precisa de muito para ser titular


O torcedor do Borussia Dortmund vive um eterno dilema corroído por um tanto de hipocrisia. Quando se gasta pouco com desconhecidos, é muito comum surgirem insinuações quanto a necessidade de, pelo menos de vez em quando, sonhar mais alto. E por sonhar mais alto, aqui leia-se gastar mais. Mas quando se gasta mais, o primeiro grito é de insatisfação.


Ora, se um jogador é pretendido por um punhado de clubes da Premier League, o Dortmund tem interesse, e este escolhe vir para a Alemanha, por que não pagar o que se pede? Era evidente que o Basel não o liberaria por pouco dinheiro, e surpreende até mesmo que o desfecho da novela tenha se dado tão cedo. Por ganância ou simples esperteza de mercado, é um negócio que poderia facilmente ser arrastado até os últimos dias da janela.


Akanji não foi bobo ao escolher o novo clube. Evitou a fogueira da Premier League, desembarca em um desafio maior do que o vivido na Suíça e vai defender um clube que precisa muito de um zagueiro de confiança. Resta saber se vai dar conta do recado, mas a decisão do jovem faz sentido.


Não sou especialista em Manueis, muito menos quando se trata de Akanji. Assisti três partidas do jogador, duas contra o CSKA Moscou, e uma contra o Manchester United, todas pela fase de grupos desta edição da Champions. Não sou capaz de tirar muitas conclusões, mas gostei do que vi e achei o suíço muito seguro.


Divulgação/Borussia Dortmund
Divulgação/Borussia Dortmund

Contratação de um zagueiro era dívida do Borussia Dortmund na última janela


Acostumado a atuar pelo lado direito da defesa, é inevitável não pensar na sucessão de Sokratis. O grego foi criticado pela antiga comissão técnica pela falta de liderança e, tecnicamente, nunca foi dos grandes. Grito não ganha jogo e porrada não dá ponto; os que têm fetiche por xerife que me perdoem, mas Papa não passa de um zagueiro mediano.


Na atual situação do Borussia, é provável que Akanji chegue até mesmo como titular. Isso porque nem Toprak, nem Bartra, se firmaram nessa temporada, e não acho que Akanji trocaria de time na metade da liga para ser reserva.


Sobre Manuel Akanji deve recair o peso de maior investimento do Borussia para a defesa em anos, depois do relativo fracasso na busca por soluções modestas. É inegável que aos poucos Peter Stöger tem conseguido ajeitar a defesa e chegada de Akanji é mais um ponto positivo para o setor. Se o legado do técnico for acabar com a peneira furada, acredito que podemos ficar satisfeitos.



Curta a página do blog Muralha Amarela no Facebook


Siga @muralhaamarela e @wpaneque no Twitter