Reus retorna aos gramados, brilha e Dortmund bate Hamburgo

Entre idas e vindas ao Departamento Médico, Marco Reus viveu mais uma de suas reestreias pelo Borussia Dortmund. Em casa contra o Hamburgo, o time aurinegro venceu por 2 a 0 na rodada de número 22 da Bundesliga com boa participação do camisa 11. Michy Batshuayi e Mario Götze marcaram os gols.


O Hamburgo costuma ser presa fácil para quase todos os outros times da Bundesliga, e o Dortmund parece ter revertido a sina de temporadas passadas. Antes com dificuldades para superar o HSV, o clube aurinegro soma mais uma vitória contra o rival. Triunfo que, aliás, mantém a invencibilidade de Peter Stöger na liga desde que assumiu a equipe.


Getty Images
Getty Images

Schürrle e Götze repetiram a dobradinha da final da última Copa do Mundo


De todas as partidas do novo técnico, essa talvez tenha sido a com mais novidades na formação da equipe. O retorno de Reus foi o detalhe de um time que foi escalado com uma cara diferente. Stöger sacou um meia, revezou Reus e Pulisic mais recuados, ao lado de Schürrle e Batshuyai no ataque. Com algumas ressalvas, a mudança com vocação mais ofensiva deu certo.


Na defesa, Sokratis deu lugar a Manuel Akanji, mudança que era iminente por conta de dois fatores. Primeiro, a necessidade de observar o novo investimento para a zaga em ação. Segundo, porque Papa tem falhado consecutivamente há algumas partidas e a titularidade absoluta não mais se justificava.


O primeiro tempo foi de dificuldades por conta da nova formação. Kagawa ficou sobrecarregado na distribuição de jogo, enquanto Pulisic, Reus e Schürrle demoram muito a encaixar o novo ataque. O Hamburgo aproveitou isso e conseguiu chegar com perigo, principalmente em lances de bola parada. Para a sorte do Borussia, não foi difícil entender porque o HSV é vice-lanterna e está há nove partidas sem vitória.


Na etapa final o Dortmund melhorou. Com Reus armador, Pulisic e Schürrle mais abertos e transições melhor cooordenadas, o time abriu o placar com Batshuayi e selou a vitória nos minutos finais com Götze. Destaque para a atuação sólida de Marco Reus, que atuando mais como meia de criação e menos como atacante, deu alternativas ao time. Schürrle e Batshuayi repetiram a boa forma da última partida.


Getty Images
Getty Images

Boa atuação de Reus foi beneficiada pela nova função na equipe


Na defesa o destaque ficou por conta da participação de Akanji. Não inscrito na Europa League por limitações do regulamento (Dortmund teve que escolher entre ele e Batshuayi), mostrou que merece mais oportunidades na Bundesliga. Fez boa dupla com Toprak, que, aliás, tem falhado cada vez menos e acho que podemos deixar para trás o rótulo de zagueiro trapalhão. Novamente foi o melhor do setor defensivo.


O Borussia Dortmund que recebeu o Hamburgo repetiu a postura das últimas partidas. Não é um time que encanta, cria com timidez e dá alguns sustos na defesa, mas dá resultado. As consecutivas mudanças no time escancaram que Stöger ainda não encontrou o time ideal, e as lesões têm atrapalhado mais do que o normal. Atualmente, é um técnico que trabalha com um elenco que não tem o perfil dele e tem conseguido se virar.



Curta a página do blog Muralha Amarela no Facebook


Siga @muralhaamarela e @wpaneque no Twitter