A Copinha começa hoje para o Ceará

Esse é o nosso primeiro desafio do ano. Se fosse há alguns anos, ninguém dava importância. O Ceará nunca ia longe mesmo. Mas, após excelente reformulação na estrutura do time (principalmente nas categorias de base), a história é diferente. Sempre passando de fase nos últimos 4 anos, o Vovozinho vai jogar cercado de boas expectativas por parte do torcedor. 


Torneio tradicional do início do calendário brasileiro, a Copa São Paulo de Futebol Júnior é disputada desde 1969 e conta com jogadores sub-19. Esse ano, a competição tem 128 times divididos em 32 grupos com 4 participantes cada. O Alvinegro está no Grupo 25 e enfrenta Rio Branco/AC, São Bernardo/SP e São Caetano/SP. A estreia do time é hoje (3) contra o São Caetano às 15h (horário da capital cearense) e pode ser acompanhada pelo torcedor no site da Federação Paulista de Futebol. O segundo jogo é contra o Rio Branco no sábado (6) às 15h e o terceiro é contra o São Bernardo na terça-feira (9) também às 15h (horários sempre de nossa capital).


A delegação do Ceará viajou no fim da tarde de segunda-feira (1) para a cidade de São Bernardo/SP, sede de nosso grupo. Comandados por Erisson Matias, foram relacionados 22 atletas para a competição. São eles: Alan, Andrews, Cristiano, Eduardo, Erick, Esaú, Fabrício, Felipe Jonatan, Fernando, Filipe Maia, Germano, Higor, Humberto, Índio, Jonh Wilker, Marco Antônio, Matheus Lira, Maurício, Rick, Silas, Tiago Cunha e Vinicius.


Site oficial do Ceará SC
Site oficial do Ceará SC

Delegação embarcou na tarde dessa segunda-feira (1).


Desses citados, 12 já foram pelo menos relacionados no time principal. Daí a importância da Copa Fares Lopes, já citada na postagem do dia 30 (link). O atacante Eduardo e o volante Matheus Lira jogaram 1 vez em 2017. Já o lateral esquerdo Felipe Jonatan e o zagueiro Alan Uchoa atuaram 3 vezes cada, com destaque para esse último, que marcou o primeiro gol na vitória por 2x0 sobre o Tiradentes pela primeira rodada da competição. Olho neles!


Acredito que o Ceará deva se classificar na primeira fase e o que vier depois disso é lucro. Quanto mais avançar, melhor. A rodagem dos citados por já participarem do time profissional em alguma ocasião pode nos ajudar a chegar longe na competição. A melhor participação do Mais Querido foi em 2016. Nesse ano, o Vovozinho só parou na quarta fase, terminando em 13º geral da competição (que contou com um total de 112 clubes). Na ocasião, perdemos por 2x1 para o Cruzeiro. O time mineiro chegou a abrir 2x0, mas o Vovozinho cresceu na partida após o gol de Franklin e, por pouco, não chegou ao empate. Fica a expectativa de igualarmos (ou até mesmo superarmos) essa campanha. Pra cima deles, Vovozinho!