O segredo para o Ceará sair dessa crise é a união, pois juntos podemos tudo

No dia 8 de abril aconteceu a última vitória do Ceará. Empolgados com mais um título estadual, iniciávamos o longo e árduo caminho na elite do futebol nacional. De lá para cá, oito jogos, quase 50 dias e nada de vitória. O alvinegro parece estar em um túnel escuro eterno, e que parece não ter luz no final.


Sabemos que houve erros no planejamento para essa Série A. Reforços tão esperados não chegaram. Perda de jogadores importantes. Com isso, maus resultados que geram grande insatisfação na torcida. Assim como vocês, eu, também torcedor, estou bastante triste. Porém, em meio a essa tristeza, veio um pensamento. Não adianta mais bater nessa diretoria ou nesse elenco. Agressões, físicas ou verbais, não ajudam o time. Vaiar (quando estão em ação, que fique claro), tampouco. Em momentos como esse, o que pode salvar nosso time é a UNIÃO.


Já enfrentamos crises piores que essa. Recordo a mais recente: em 2015, quando todos davam como certa nossa queda para a tenebrosa Série C. Some-se a isso a possibilidade iminente do rival subir. Vários erros da diretoria. Um clima pesado de abatimento. Estão achando parecido com o que ocorre esse ano? Pois em 2015 isso era bem mais próximo ao final do ano. E tudo parecia estar entregue.


Site oficial do Ceará SC
Site oficial do Ceará SC

Como esquecer do pênalti que ajudamos o Tartaruga a bater em 2015?


O torcedor tem heróis naquele ano. Seja Lisca, que saiu do hospício e merece nosso respeito até hoje; seja João Marcos que, mesmo não gostando de ser capitão, assumiu a braçadeira; seja Ricardinho, craque do time; seja Rafael Costa, artilheiro que fez aquele gol de pênalti; ou seja Éverson, com aquele milagre que todos lembram. Às vezes, o torcedor esquece do verdadeiro herói aquele ano. Pois eu falo quem realmente salvou o Ceará: a torcida. Sim, nós salvamos o Ceará.


Permito-me contar um "causo" ocorrido também em 2015. Faltando oito rodadas e após uma pausa de (salvo engano) 17 dias, o clube teria a estreia de Lisca em Criciúma contra o time local. Uma sapecada por 3x0 que nos deixou mais desnorteado ainda e com mais certeza de que o time cairia, afinal o próximo compromisso já seria o Botafogo. Eu era um que tinha a queda como certa, batia na diretoria e chamava de louco quem acreditasse. Meu pai, inculsive, foi um desses que cravou que não caía e me ensinou a nunca deixar de crer.


Pois bem, o Ceará desembarcou no Rio de Janeiro e os atletas e comissão foram para o ônibus num clima de velório. Lá de dentro, eles começaram a escutar bem baixinho um "Voooovôô, Voooovôô" na entonação que todos aqui conhecemos. Quando perceberam, um torcedor solitário no meio do Rio de Janeiro e naquela crise estava com uma bandeira e apoiando os jogadores. Esse torcedor, sabe-se lá como, acompanhou o time até o hotel. Aquilo deu forças. Aquilo deu energias a um time que parecia derrotado. O desfecho todos sabem. Não caímos.  


A nossa força move esse clube. Nosso apoio incondicional e nosso amor irracional. Fomos nós que comandamos o time naquela reação e seremos nós que comandaremos nessa nova retomada. Bater nesse time que aí está não ajudará. Não, não sou comprado pela diretoria. Não sou piruliteiro, como dizem. Apenas tenho certeza que nosso apoio é fundamental. Só queria lembrar a todos que diretorias vem e vão, jogadores e treinadores também. Quem SEMPRE vai estar lá somos nós, torcedores.


Repito que estou muito triste com o Ceará. Entendo quem não quer ir mais ao estádio ou que já enrolou a bandeira, assim como entendo quem continua indo e acredita até o final. Sou o segundo caso. Sou teimoso, persistente. Masoquista? Talvez. Hoje, contra o enorme Grêmio, estarei lá, cantando e incentivando. Convoco quem puder ir a ir também. Aliás, sou do tipo que vai estar lá sempre. E sempre buscando apoiar. Parece que eu te amo mais ainda nas piores horas, Ceará. NÓS TE AMAMOS AINDA MAIS AGORA, VOZÃO. Juntos, sairemos dessa. Juntos podemos tudo! #JuntosPodemosTudo #UnidosComVozão


Site oficial do Ceará SC
Site oficial do Ceará SC

Os jogadores sabem da nossa força e nos reverenciam sempre


Queria agradecer às páginas não oficiais do Ceará que compraram essa ideia, principalmente aos amigos Ygor (Herói Alvinegro) e João (Ceará Mil Grau) que a tiveram junto comigo.