Maduro, Jô pode ser a referência que o Timão precisa

Getty Images
Getty Images

Jô marcou 11 gols e deu três assistências em 26 jogos pelo Jiangsu Suning


O atacante ​Jô​ -​ sim, ele mesmo​ -​ é o mais novo alvo​ e provável reforço corintiano para 2017. Livre no mercado depois de rescindir seu contrato com o Jiangsu Suning​, da China, o jogador de 29 anos pode ser mais um jogador ofensivo que chega ao Timão, apontando claramente a intenção do clube para os próximos anos: investir em jogadores menos badalados e mais baratos.


Sem contrato, o Corinthians não gastará nada além dos salários e luvas​ para trazê-lo​.​ Deve fazer exames médicos amanhã e ser anunciado em breve. ​Jô é identificado com o clube por ter sido revelado no terrão.​ Se a negociação for concretizada, o atacante volta ao clube que o revelou para o futebol depois de 11 anos.



Siga o Almanaque Mosqueteiro no Twitter



Jô não é mau jogador e mostrou isso há pouco tempo, defendendo o Atlético-MG, com forte presença de área no time comandado por Ronaldinho e marcando muitos gols. Forte no jogo aéreo e com bom aproveitamento quando é abastecido por meias de criação, pode ser a referência ofensiva que procuramos desde a saída de Vágner Love. Os números do jogador na China são bons: 26 jogos, 11 gols e três assistências. Na Liga Chinesa, seis gols em 17 partidas.


Mas o torcedor deve ter a mesma paciência que teve com​ o atacante campeão brasileiro em 2015​. Love​ também voltava da China para defender o Timão e ficou vários jogos sem marcar. Desentrosado e sem ritmo de jogo, precisou de meses para se adaptar novamente ao futebol brasileiro por causa da fraca liga que disputava n​o Oriente​.​ Sem jogar desde o começo do segundo semestre,​ Jô pode sofrer algo parecido.


Gazeta Press
Getty Images

Jô atuando pelo Corinthians, em 2005


​O panorama corintiano mudou completamente após a chegada de Oswaldo de Oliveira. O treinador tenta trazer o elenco para si, mobilizando os jogadores com conversas motivacionais e, principalmente, a torcida com suas conquistas passadas e mostrando nas entrevistas a grandeza do clube. O elenco que será montado para o ano que vem terá a cara do treinador e Jô é uma dessas peças que Oswaldo considera importante.


Os dois já trabalharam juntos em 2004, no Corinthians, e Jô era bem aproveitado. Além disso, está mais experiente e se encaixa na intenção da diretoria, que é de montar um time mais "cascudo" para o ano que vem, com peças mais rodadas para a disputa da eventual classificação para a Libertadores.


Hoje à noite, será possível analisar com mais detalhes o time montado por Oswaldo. A prova de fogo é dura, contra o Cruzeiro, pela Copa do Brasil. Aos poucos, o time de 2017 vai sendo esboçado pela diretoria. Se confirmado, Jô será o segundo reforço corintiano para o ano que vem. O primeiro é Luidy, revelação do CRB, e escrevemos sobre ele aqui.



Siga o blogueiro no Twitter: @kaioesteves


Acompanhe o Corinthians pelo Facebook na página Corinthiosidades