Corinthians: sem banco, fica muito difícil ir longe nas competições

Perder para o Independiente não foi nem de longe o maior dos problemas do Corinthians nessas últimas semanas. Jogamos contra um time que fez tudo de forma eficaz e inteligente e mereceu a vitória. Os 2x1 saíram muito baratos para nós.


Também precisamos considerar que nos últimos 17 dias fizemos uma maratona de jogos e que uma hora isso pesa demais no elenco, é difícil manter o alto nível por tanto tempo e com tantas competições no calendário.


Mas aí entro numa seara que há tempos gostaria de citar e esse é o momento mais adequado: não temos elenco. É duro olhar para o banco e saber que Sheik e Jr Dutra são opções do ataque. Que se o Gabriel machucar, temos dois outros volantes no DM. Que os laterais não tem reservas decentes ou ainda nem tem reservas. Esse é um problema que uma hora seria cobrado e conta vai chegar ainda mais caso a diretoria continue nesse trilho.


gazetapress
gazetapress

Pedrinho, o melhor jogador de ontem na partida


Mantuan ser reserva direto do Fagner é um absurdo com o jogador, que é um jovem promissor e está executando uma função que não é a sua de ofício e ainda por conta disso sai queimado com uma parte da torcida que nem deveria ser chamada de torcedor. E também é um absurdo com o próprio time. Não há reserva direto para a lateral direita e ninguém pensa em subir alguém da base ou procurar no mercado um nome? Ou ainda repatriar Léo Príncipe, que apesar de todos os pesares poderia estar ganhando bagagem aqui também?


Sheik ser o reserva imediato de qualquer atacante é no mínimo assustador. Com opções jovens no banco, ainda que não aguentem jogar os 90 minutos, podem jogar ao menos o segundo tempo. Sheik até hoje vive de ser recompensado pelos seus gols na Libertadores 2012. Passou 2013 inteiro com o chinelo calçado escolhendo jogos e forçando cartões. Voltou em 2015 com uma passagem tão brilhante que ninguém lembra. E ganhou um contrato a mais quando poderia ter se aposentado realmente no "auge" após o título paulista contra o Palmeiras. Qual a real necessidade de Sheik ser a opção? 



Jr Dutra e Kazim não conseguem mostrar um futebol que os justifiquem no time mas estão lá consumindo dinheiro do clube também. Essas contratações equivocadas também entram na lista de erros que já estão refletindo nos resultados. Temos atacantes que não servem, laterais que nem são laterais na reserva, uma série de erros crassos que a diretoria comete sem reforçar o time como deve.


Apostas baratas são excelentes, desde que também sejam aproveitadas. Pensar a longo prazo é ótimo, mas de que adianta deixar o time com opções péssimas e ainda esperar um resultado positivo? Carille até aqui tem feito milagres, mas sem um elenco com opções minimamente cabíveis uma hora a fonte vai secar. E espero realmente que seja num momento onde não nos prejudique tanto.


No fim, a expulsão depois de 1 minuto e 40 segundos em campo do Sheik - um homem de quase 40 anos que tomou uma decisão juvenil - deve render bons frutos. Ele pegará um gancho de alguns jogos e aí Pedrinho pode finalmente ser a opção imediata. Há males que vem para o bem.


O momento é de apoiar os jogadores. Vai Corinthians, estamos com você na vitória ou na derrota.