Cássio e Fagner têm seus nomes marcados na nossa história

Pouco jogadores no Brasil têm tanto tempo de clube quanto Fagner e Cássio no Corinthians. Ainda mais nesse novo mundo do futebol, onde a fidelidade ao clube se limita às cifras, e o número de jogadores que se eternizam nos clubes tem diminuído drasticamente. Em meio a isso, a notícia de renovação dos dois é um acerto e tanto da diretoria corinthiana.



Cássio, sobre quem os livros de história falam bem melhor do que eu poderia colocar, tem uma prateleira de troféus repleta de conquistas alvinegras. Herói da Libertadores e do Mundial, o gigante chega em sua oitava temporada com a camisa do Timão. É o 18° jogador com maior número de jogos pelo clube, ao lado de Ralf. 8 troféus conquistados, dois deles como capitão. É o melhor goleiro do país, e esteve no top 3 nos últimos 7 anos. A alegria é enorme ao saber que sua história se estende até o final de 2022, no mínimo. 


Rodrigo Gazzanel/ Agência Corinthians
Rodrigo Gazzanel/ Agência Corinthians

Pilares do time, Cássio chega em sua oitava temporada, enquanto Fagner vai para a sexta (contando com sua primeira passagem).


Nosso lateral Fagner é outro que todo corinthiano tem orgulho de ver ostentando sua camisa. Revelado no Terrão, o pequeno jogador tem números gigantes pelo clube. 258 jogos, e em nenhum deles se viu um jogador indiferente ou de "corpo mole". Chama atenção pela raça e qualidade desde que vestiu o manto. Não à toa, disputou a Copa do Mundo de 2018 junto com Cássio, e ainda foi titular em 5 jogos. Melhor da posição no país por um bom tempo. 


O que diferencia os dois de bons jogadores que poderiam ter sido históricos no Timão é a preferência pelo clube. Ambos foram especulados em muitos times, receberam propostas reais, mas decidiram continuar em Itaquera. Que bom poder escutar até o final de 2022 (pelo menos): o Corinthians está escalado com Cássio, Fagner...


NÃO PERCA OS TEXTOS! SIGA NO INSTAGRAM - @EPIDEMIA_BLOG