O ano começa para o Corinthians depois de vencer o rival

Se a fase não era boa, e Carille ainda não havia conseguido implantar sua filosofia de jogo, precisávamos de um jogo contra o rival para dar o empurrão inicial na temporada. Como já é de praxe com nosso técnico, vencemos, e vimos a evolução de jogadores que não vinham rendendo. Teve tempo até para redenção de lateral pra lá de criticado. Como é bom ver aquele elenco milionário sem saber o que fazer contra o Corinthians. 


O jogo respeitou a história recente dos dérbis. Um time estrelado, que custou muito e cheio de soberba, contra uma equipe que entende o que é o clássico, e não entra pra perder nunca. Organizado taticamente, o Timão sabia que nesse início de temporada só venceria no erro do adversário e assim, foi muito inteligente. Além da vitória, a melhor notícia para o torcedor foi ver jogadores que ainda não tinham rendido, terem desempenho impressionante.


Melhor jogador do elenco no ano, Gustagol provou ser muito necessário para essa filosofia específica de Carille. O atacante não perde uma bola pelo alto, e quando tem chances, costuma guardar. No lance do gol, cabeceou com a força de um chute, para linda defesa do goleiro e (pasmem) finalização certeira no rebote de Danilo Avelar! Os 80 minutos seguintes foram o que o nosso treinador nos acostumou. Sabia das limitações de momento, e fez o melhor pars não sofrer sustos. A bola só entrou no ”chuveiro”, o cruzamento pela lateral sem muita pretensão.


Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Avelar se redimiu com a torcida e fez o gol da vitória


Cabe ressaltar a frieza dos nosso jogadores. Vital, Jadson e Ramiro fizeram a bola rodar com inteligência, todos muito bem aplicados. O entrosamento entre o camisa 10 e Sornoza deu pintas de florescer, na melhor partida do equatoriano, que não se prendeu no lado esquerdo. Apesar de erro bobo em lance de quase-gol, Manoel também foi seguro. Opções que encorpam nosos elenco e dão aquela dor de cabeça boa para Carille. 


O resultado contra o rival já se tornou normal com nosos técnico, que agora tem um pouco mais de tranquilidade para encontrar sua formação ideal e desenvolver a partir daí. O mês de fevereiro é decisivo para o Corinthians, mas essa vitória dá aquele pontapé inicial para uma temporada que pode nos reservar felicidades. 


NÃO PERCA NENHUM TEXTO - SIGA NO INSTAGRAM! @Epidemia_blog