Não existem mais desculpas: o Corinthians precisa mudar sua postura

Gazeta Press
Gazeta Press

Numa boa, está na hora do Corinthians de mudar essa postura relaxada...


A raiva e o desespero após o revés contra o Botafogo já saíram do meu corpo, e com isso posso escrever mais tranquilo para vocês. Foi uma derrota amarga, com direito a polêmica de arbitragem e jogadores na delegacia após o confronto, mas é extremamente necessário olhar para frente se realmente queremos ser campeões.


Por incrível que pareça, o Corinthians apresentou uma modesta evolução no futebol apresentado em campo, mas ainda é muito, muito pouco. Estamos ainda quilômetros de distância do clube que ficou o primeiro turno completamente invicto, que botava medo em todos os adversários. O que aconteceu com a confiança corintiana? Sem ela, honestamente, não acredito que seremos campeões.


Temos um arquirrival na nossa cola babando para tirar esse título de nossas mãos. Reafirmo: a vantagem de 6 pontos ainda é MUITO CONSIDERÁVEL, mas de que adianta obter uma distância relevante se as vitórias não estão acontecendo? Na próxima rodada, contra a Ponte Preta, os três pontos são obrigatórios e ponto final, sem conversinha. Ou vocês realmente querem enfrentar o Palmeiras podendo enxerga-lo a apenas três pontos atrás? Creio que não.


A partir de agora, todas as partidas são finais de campeonato. Afinal, quem disse que nos pontos corridos não existiam finais? Está aí mais uma vez o Corinthians para desafiar a lógica. Conseguimos, de forma absurda, dar emoção a um campeonato que já parecia ganho, agora precisaremos nos reinventar jogo a jogo para não assistirmos um dos maiores vexames de nossa história. Posso estar errado, mas ainda acredito muito no título brasileiro, basta os atletas corintianos terem a mesma vontade de levantar esse caneco que a Fiel Torcida tem.


Ainda em tempo, é necessário citar: jogadores como Jadson e Rodriguinho precisam se lembrar do que é fazer o fácil e parar de exageros, toques refinados e passes complicados. Às vezes, menos é mais, e firulas podem complicar o que já está complicadíssimo. Nossa zaga, tão elogiada e temida pelos adversários, conseguiu a proeza de sofrer DOIS GOLS DE ESCANTEIO em uma partida. É inadmissível! A atenção na reta final do Brasileirão precisa ser redobrada, e alguns atletas parecem estar com sono em campo...


Nós estaremos, como sempre, apoiando o Corinthians em qualquer estância, até o último apito da última partida. Mas a paciência está próxima de se esgotar. Está na hora de virar esse jogo. Afinal, é como a Fiel canta antes das decisões corintianas: 'O Corinthians não é brincadeira'.


Siga a página no Facebook: Paixão Maloqueira