Bem feito, Tite

Eu acho é pouco, Tite. As duas vitórias nestes jogos mequetrefes não apagam a besteira que você fez. Eu e o mundo avisamos: "Não leve ninguém dos semifinalistas da Copa do Brasil". Você foi teimoso e agora se vê questionado por ter liberado Fagner, após o atleta ter se contundido. Justo você. O suprassumo da ética e dos bons costumes.


Ao que tudo indica, o lateral, recuperado de lesão e descansado, estará no Maracanã nesta quarta-feira. O flamenguista Paquetá também. Mas em que condições, menos de 24 horas depois de ter atuado contra o El “poderoso” Salvador?


Tudo bem que ele não jogou a partida inteira. Só que realmente precisava ter este desgaste, Tite? Era só não ter convocado o Dedé, o Paquetá e o Fagner que estaria tudo bem agora. Ninguém duvidaria de você, do Fagner e do Corinthians.


Imagina se o Corinthians ganha por 1 a 0 com o gol do lateral? Imagina se ele salva uma bola em cima da linha, que, provavelmente, o Gabriel, improvisado, não salvaria? Você já estragou a semifinal da Copa do Brasil antes de ela começar, Adenor. E sem necessidade nenhuma. Bastava ter um pouquinho de bom senso – já que os seus patrõe$ da CBF não têm. Eu ainda acho que você merece uma estátua no Parque São Jorge, Tite. Mas você pisou na bola nestas convocações e está pagando por isto. 



Bom, mas independente da provável chiadeira flamenguista e da desconfiança que paira no ar, espero que haja um bom duelo nesta quarta-feira no Maracanã. Jair acerta ao fortalecer o meio de campo com três volantes: Ralf, Gabriel e Douglas. Embora, infelizmente, não confio em nenhum deles para sair jogando da defesa para o ataque. Se um deles tivesse um pouquinho mais de qualidade neste quesito, a nossa situação seria um pouco melhor.


Na frente, na falta de um centroavante de qualidade, a aposta é na dupla Clayson e Romero. Para um time que pretende jogar no contra-ataque, pode ser uma boa alternativa, já que são dois atletas rápidos. Por outro lado, sem conseguir segurar a bola na frente, a tendência é que a gente sofra uma baita pressão do Flamengo. Trazer um empate do Rio vai ser maravilhoso – lembrando que na Copa do Brasil não tem mais o gol fora como critério de desempate.


Seja como for: Vai, Corinthians!