Cruzeiro na Libertadores 2018: quem fica, quem sai e quem pode vir

Fim de ano é hora de fazer um balanço geral da temporada celeste em 2017. Um período conturbado, marcado por disputas de poder em pleno pleito eleitoral e que culminou na vitória/derrota da situação, um paradoxo para quem vê de fora e uma confusão danada para quem vive o dia a dia do Cruzeiro. Em via das dúvidas, melhor não tomar partidos, confiar na grandeza da camisa e fiscalizar toda a movimentação da nova diretoria, que já chega precisando mostrar serviço.


Um dos maiores desafios da diretoria é montar um elenco competitivo para a disputa de uma competição que está no DNA e no coração da torcida celeste: a Libertadores da América. Depois de dois anos fora, o Cruzeiro está de volta juntamente com outros gigantes da América do Sul: Boca Jr, River Plate, Independiente e demais campeões que fizeram da Libertadores o mais disputado torneio do mundo.


Esta edição promete ser uma das mais prestigiadas e mais difícies dos últimos tempos, e o Cruzeiro tem todas as cartas para poder erguer a taça no final do ano. Basta realizar um planejamento sério e desenhar um time com qualidade e experiência. Torcida e tradição complementam um quadro que pode ser decisivo para o sucesso do time.


Montei uma lista com seis jogadores indispensáveis, seis negociáveis e seis reforços que podem entrar no radar da diretoria para termos uma composição bastante interessante para a próxima temporada. Por quê ‘seis’? Se você é cruzeirense, não precisa explicar o significado deste número cabalístico. Então, vamos lá:


6 Jogadores indispensáveis


Fabio - Melhor goleiro do Brasil na atualidade, catou 3 pênaltis nas decisões que nos levaram ao penta da Copa do Brasil. Perfil de liderança e multicampeão. Fundamental.


GazetaPress
GazetaPress

Melhor goleiro do Brasil, recorde de presenças no Cruzeiro, não sai nem por 'reza brava'


Thiago Neves - Nosso maestro, é Thiago Neves + 10. Começou na surdina, depois virou líder e referência em campo. O melhor meia do Brasil em 2017.


Romero - Perrito incansável na marcação, apoia bastante e ainda pode exercer a função de lateral direito. Desmarca dentista por motivos de 'comemoração de título'.


Arrascaeta - O ano foi marcado por altos e baixos. Ainda confio numa grande temporada do uruguaio. Tem talento e já se mostrou decisivo. Tem tudo para mostrar seu potencial na Libertadores.


Ariel Cabral - O homem é tão elegante que parece jogar de terno. Passe fácil e preciso, o time sentiu sua falta nesses últimos meses em que precisou curar uma lesão no joelho.


Robinho - Jogador de qualidade indiscutível, sofreu com as lesões, mas é decisivo em campo. Fundamental para a construção das jogadas ofensivas.


6 jogadores negociáveis


Elber - Eterna promessa, nunca deslanchou. Já vai tarde!


Washington Alves / Light Press
Washington Alves / Light Press

Menino Elber, '65 anos', ainda não deslanchou


Rafael Marques - Um dos piores atacantes que já vestiu a camisa celeste. Não conseguiu se destacar nem em seu principal fundamento, a bola aérea.


Lennon - Quando foi cogitado, todo mundo alertou sobre suas deficiências técnicas. Não deu outra, a diretoria já cogita negociá-lo.


Bryan - Disputou um bom Mineiro em 2016, e só.


Ezequiel - Jogador sem sangue. Perfil pouco adequado para Libertadores. Não acerta cruzamentos.


Alex - Jogador da base, não conseguiu apresentar seu melhor futebol. Empréstimo é uma boa saída. 



6 reforços interessantes


Bruno Silva (volante/meia) - Um dos destaques do Brasileiro 2017, tem as mesmas funções do Robinho, mas com maior poder de marcação.


Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Pode vir, garoto!


Rafinha (lateral direita) - Experiência e consistência. O jogador do bayern de Munique é disputado por diversos clubes brasileiros. 


David (atacante) - Atacante rápido, foi um dos poucos destaques do Vitória no Campeonato Brasileiro. Jovem já chamou a atenção de diversos outros clubes.  


Ricardo Oliveira (atacante) - Matador, experiente e com boa mobilidade. Entrave na renovação com o Santos pode ser uma oportunidade para o Cruzeiro. 


Victor Luiz (lateral esquerdo) - Mais seguro em fase defensiva, voltou ao Palmeiras após boas temporadas pelo Botafogo. Cruzeiro poderia tentar um empréstimo. 


Fernandão (atacante) - Atacante forte, estilo Ábila, bom nas jogadas aéreas. É preciso analisar sua condição física, já que sofreu com algumas lesões no Fenerbahçe. 


Outros nomes que poderiam estar nessa lista de reforços são: Aloísio Boi Bandido, Scarpa, Edilson, Roger Guedes, Juninho Capixaba, Blandi, Angeleri, Gilberto, Pikachu, Guilherme Siqueira, Luiz Fernando, Barcos, Zeca, Acosta, German Conti, Franciso Meza, Pastor, Nico Lopez, Bruno Henrique, Marco Rúben, Nino Paraíba, gabigol, Marcelo Hermes, Rodrigo Bogarin, Otávio e Zeca.


Com pouco dinheiro em caixa, a torcida precisa ser paciente com a nova diretoria, mas não complacente caso perceba mau uso dos poucos recursos disponíveis. É possível reforçar pontualmente o time sem fazer muitas loucuras financeiras. Para isso, basta discrição, criatividade e ajuda de parceiros comerciais.


Sigo confiante para 2018. Minha fé é inabalável!