É inaceitável o Cruzeiro perder pontos para este Corinthians desmanchado

Divulgação/Cruzeiro
Divulgação/Cruzeiro

O Cruzeiro conseguiu fazer o quê parecia difícil: perdeu três pontos para este Corinthians que o último que sair apague a luz


Fala, pessoal. Depois das férias de Copa do Mundo, fiz como o Thiago Neves e fiquei de bobeira por aí sem fazer nada em campo, mas agora voltei para o blog que me pertence.


Não sei você, amigo cruzeirense leitor do ESPN FC, mas eu estou puto com essa derrota do Cruzeiro para o Corinthians. Perder faz parte do jogo, mas perder para um time que está sendo desmanchado e com vários erros individuais é difícil de engolir.


Até entendo e compreendo a decisão do Mano de poupar jogadores para a maratona de mata-mata que esta vindo por ai. Mesmo assim, questiono se precisaria poupar tanta gente como foi ontem?


Sinceramente, como disse o meu amigo Gleyson Lage, não é uma tarefa simples conseguir tomar um 2x0 desse time horrível do Corinthians. Mas, conseguiram!


Se tivéssemos ganho estaríamos na cola dos líderes, podendo até chegar à vice-liderança no fim de semana. Só que não.


Além da parcela do Mano em poupar gente demais, os caras estavam de brincadeira ontem em campo.


Barcos teve três chances que um matador como ele não pode perder. Leo teve uma cabeçada que eu pela TV tinha achado que tinha entrado.


Já o Manoel começou a partida bem e seguro, mas só foi o Cruzeiro levar o primeiro gol que o homem desestabilizou. Quando junta falta de ritmo e falta de confiança, a carruagem desanda mesmo. Onde está o Murilo, que foi titular ano passado?


Thiago Neves, mais uma vez, andando em campo. Tomara que ele sim, TH30, seja poupado na próxima partida. O cara é craque, mas, neste momento, muito ajuda quem não atrapalha.


E para terminar este post pistola, mais uma vez saímos atrás no placar. Das últimas nove partidas, começamos levando gol primeiro em seis delas. Se o foco é priorizar o mata-mata, essa estatística é um pesadelo!


O que mata o torcedor de raiva é que queríamos que os jogadores tivessem a mesma ambição de ganhar que nós temos. Porque condições sabemos que temos. Hoje não há nenhum time superior ao Cruzeiro no futebol nacional. No máximo, igual.


Domingo teremos o São Paulo pela frente em casa. Se fosse em alguma copa estaria relativamente tranquilo e esperançoso. Mas como é pelo Brasileirão, o retrospecto e a história me deixa preocupado.


E se esse jogo contra o Corinthians serviu para alguma coisa, foi para mostrar que temos várias moedas de troca para 2019.