As 5 piores contratações da história do Flamengo

O Conca chegou. Para alguns, uma brilhante contratação de oportunidade que trouxe um dos melhores meias do passado recente do futebol brasileiro; para outros, uma operação arriscada que coloca no Flamengo um jogador lesionado sem previsão exata de retorno, mas com certeza o primeiro grande nome a chegar no Flamengo pra essa temporada.

E ainda que eu faça parte da maioria otimista que já está cantarolando uma versão de “me deu onda” com a letra trocada pra “me deu Conca”, contratações, por mais acertadas que pareçam, nunca são garantia de sucesso. Então, decidi aproveitar esse momento para relembrar cinco das piores contratações do passado recente do Flamengo (e do Marcelo Cirino).

Rodrigo Alvim: Apresentado como lateral “de estilo europeu”, Rodrigo Alvim chegou ao Flamengo em 2010 para ser reserva de Juan, na época convocado algumas vezes para a seleção brasileira – pensa que ano doido não foi esse. Porém, com a saída de Juan, se tornou reserva de Egídio. Com a saída de Egídio, se tornou reserva de Renato Abreu ou de Angelim, improvisados. Com a chegada de Junior César, foi reserva de Junior César, até que Junior César saiu e Rodrigo se tornou reserva do Magal. Você não se lembrar do Magal diz exatamente o quão boa foi a contratação do Rodrigo Alvim.


Getty Images
Getty Images


Dênis Marques: Fruto de um período em que o Flamengo se especializou em contratar alguns dos piores atacantes em atividade no mundo, indo desde Josiel “Jesus” até Cristian Borja, o colombiano aleatório, passando por Negreiros, o atacante que tinha medo de fazer gol, Dênis Marques se destaca na lista não apenas por não ter emplacado, mas também por ter, tal qual um marido que fala que vai comprar um maço de cigarros na esquina, desaparecido do clube em março de 2010 e só ter sido encontrado em julho, após entrar com seu carro numa casa em Maceió. Sim, ele invadiu uma casa com um carro. Como eu disse, 2010 foi um ano doido.


Gazeta Press
Gazeta Press


O Bonde de Ipatinga: Empolgado com o Ipatinga que se destacou na Copa do Brasil de 2006, o Flamengo decidiu trazer não apenas o técnico Ney Franco, como 3 jogadores - o volante Léo Medeiros, o meia Walter Minhoca e o atacante Diego Silva. No fim do ano, talvez como maneira de trucar o destino, o Flamengo ainda trouxe o zagueiro Irineu, cujo nome possivelmente causou em você um estranho calafrio. Nenhum dos 4 jogadores vingou, Ney Franco foi demitido e acredito que mais ou menos nessa época a venda casada de produtos se tornou ilegal no Brasil.


Getty Images
Getty Images


Carlos Eduardo: Contratado pra ser o camisa 10 que o time precisava, Carlos Eduardo atuava com a intensidade e disposição de uma criança obrigada pelos pais a ir pra escolinha de futebol quando preferia ficar em casa vendo desenho. Com um salário de 500 mil reais por mês e um gol marcado pelo clube – numa falha da defesa –, tende a entrar para a história como a pior contratação da atual gestão, a não ser que amanhã anunciem que um hamster fantasiado usando pequenas chuteirinhas é o nosso novo camisa 7.


Getty Images
Getty Images


China: Um lateral-direito revelado por um olheiro deficiente visual. Não, sério. Eu tô falando sério.

Marcelo Cirino: Contratado por 17 milhões de reais, Marcelo Cirino veio para ser um habilidoso atacante de velocidade e rapidamente mostrou que não tem tanta habilidade, não gosta de atacar e por algum motivo já entra em campo muito cansado pra correr. Reserva durante boa parte da última temporada e tão disposto a correr atrás da titularidade quanto pareceu disposto a correr atrás de gols, Cirino caminha – pois não corre pra nada – em direção a uma transferência por empréstimo, possivelmente para disputar a Série B pelo Internacional. Como o clube precisa vender o atleta antes do final do contrato para não ter prejuízo com sua contratação, não precisa de bola de cristal pra prever que, sim, provavelmente vamos ter prejuízo com essa contratação.


Pedro Martins/Gazeta Press
Pedro Martins/Gazeta Press



[Nesta lista não citaremos Lucas Mugni porque eu ainda farei um texto especial apenas sobre ele]