Flamengo segue sendo o melhor aluno da sala - em um colégio em que a média é bem baixa

Como todo resultado obtido no Campeonato Carioca, seja ele positivo ou negativo, a vitória do Flamengo contra o Boavista, nesta terça-feira, pelo placar de 3x1, precisa ser analisada com todas as reservas possíveis.


Afinal, por mais que existam pontos negativos, a gente não pode pegar muito pesado na análise porque é um começo de temporada, ninguém está entrosado, o treinador precisa de mais partidas para colocar em prática sua filosofia, existem atletas ainda com tão pouco tempo de clube que tocam a bola pro Rodinei e correm achando que vão realmente receber de volta lá na frente.


Ao mesmo tempo, por mais que existam pontos positivos, a gente não pode se apegar muito a eles porque a competição é de nível muito inferior às que vamos disputar mais pra frente, os adversários tem um investimento financeiro mínimo, um dos principais destaques da equipe do Boavista é o atacante Dija Baiano, que nós nem sabemos se é o principal dos Dijas, pode ser que bom mesmo seja o Dija Paulista e todo mundo aqui tá sendo enganado.


Mas mesmo assim, mesmo ainda no começo do começo do ano, numa competição que pode valer troféu mas precisa ser encarada como pré-temporada, já é possível realizar algumas observações, tanto positivas quanto negativas.


Site Oficial Flamengo
Site Oficial Flamengo

O Carioca é um torneio tão generoso que não só Uribe e Dourado marcam como marcam os dois no mesmo dia


Começando pelas notícias boas, fica claro que, apesar de ainda desentrosados e um pouco afobados, os novos reforços tem qualidade e tornam sim o elenco mais completo e qualificado. Seja Arrascaeta, claramente um dos jogadores mais técnicos do Brasil hoje, ou Gabigol, um atacante tão afim de marcar pelo Flamengo que está disposto a tentar roubar o gol de um companheiro de equipe, claramente existem boas opções que precisam apenas de mais tempo, entrosamento e de uma melhor organização coletiva para poderem brilhar. Somando a isso o fato de que Piris da Motta vem demonstrando ser um reserva de confiança para Cuéllar e Henrique Dourado recebeu uma ligação anônima dizendo “vale fazer gol sem ser de pênalti” e você tem um Flamengo que vai tentando ampliar seu leque de opções para todos os desafios que ainda vai enfrentar na temporada.


Mas se no ataque as notícias são boas, na defesa as coisas estão mais complicadas. Com 4 gols sofridos em 4 partidas o Flamengo neste momento tem uma defesa mais vazada que as de Bangu, Cabofriense e Madureira, algo que obviamente não justifica que ninguém apareça com tochas e ancinhos na porta da casa do Rodrigo Caio mas que deixa claro que muito trabalho ainda precisa ser feito no setor defensivo, já que a expectativa é de que na Libertadores enfrentemos desafios mais complexos do que o filho de Donizete Pantera.


Ainda é cedo para dizer se o Flamengo está ou não num bom caminho, já que ao mesmo tempo que conquistamos uma classificação antecipada para a semifinal da Taça Guanabara nós várias vezes apresentamos, contra adversários claramente inferiores, um futebol com os mesmos defeitos das últimas temporadas. Mas obviamente a equipe tem potencial, os atletas demonstram vontade e Abel Braga parece estar obviamente insatisfeito, o que ao menos nos dá a segurança de saber que alguém mais está percebendo que sim, esse time está dando conta do Carioca com tranquilidade, mas vamos precisar de bem mais do que isso para ter essa mesma tranquilidade durante o resto do ano.