Dois meses e nove jogos: saída de Luan Peres é mais um capítulo de amadorismo no Fluminense

O Fluminense não quer mais ser um time grande. Parece que a diretoria que comanda o futebol tricolor simplesmente não consegue fazer as coisas do jeito certo. A incompetência é tamanha que, mesmo quando acertam, acabam errando. Aconteceu mais uma vez e, agora, foi na negociação pelo zagueiro Luan Peres, que já deixou as Laranjeiras.


O defensor, ex-Ponte Preta, que tinha vínculo com o Ituano, e chegou por empréstimo com opção de compra, foi anunciado há praticamente dois meses, em 20 de abril deste ano. Era o zagueiro canhoto que Abel Braga tanto tinha pedido à diretoria. E foi uma boa contratação. Nada brilhante, mas sólido e com bons números nos nove jogos que fez pelo Brasileirão com a camisa do Fluminense.


Maílson Santana/Fluminense FC
Maílson Santana/Fluminense FC

Foram só dois meses, mas o pior é que Luan Peres já vai deixar certa saudade, tão baixo é o nível do elenco tricolor


Para que pudesse vir antes do fim de seu empréstimo à Macaca, o Fluminense cedeu Reginaldo, preterido por Abelão, ao time de Campinas, também em regime de empréstimo. Na minha opinião, uma peça melhor do que Renato Chaves e Frazan. À época, ainda nem tínhamos Nathan Ribeiro. Jogada no mínimo arriscada, mas presumia-se que ia valer à pena.


Não valeu. Com proposta de time belga, Luan Peres deixa o Fluminense depois de dois meses e apenas nove jogos. Tá certíssimo, mas a diretoria só comprova seu amadorismo ao se desfazer de uma opção viável para a equipe e acabar sem nenhum dos dois defensores pouco tempo depois. É triste a situação que se vê nas Laranjeiras. Em contrapartida, os caixas tricolores serão reforçados com míseros R$ 2,1 milhões. Não dá pra fazer muita coisa com isso no mercado.


Luan Peres tinha 84% de acerto nos passes (contra 75% de Renato Chaves), 2,3 interceptações por jogo (melhor média da equipe) e média de 1,4 desarmes por partida, segundo dados do Sofascore. Segundo o Footstats, foram 11 ao total, todos corretos.


De certo, é um desfalque que fará falta e, se me perguntassem, eu não diria que vejo uma reposição acontecendo tão cedo. Ainda assim, o Fluminense agora tem mais uma posição a endereçar no mercado de transferências. Haja sorte.


Divulgação Fluminense F.C.
Divulgação Fluminense F.C.

Tua batata já tá meio queimada, Abad. Abre o olho, porque tá ficando feia a coisa.


E que vença o Fluminense.


PS: Nathan Ribeiro tem proposta do Japão e também pode deixar o clube. Se isso acontecer, é pra fechar as portas de vez porque vai ter virado bagunça.


PS2: Não me admira que Zé Ricardo tenha recusado a proposta do Fluminense, caso a história seja realmente essa. Azar o nosso, sorte a dele.