O maior goleador desde Inzaghi

Alguns falam de Vidal; outros, de Pirlo. Só que a Juventus não consegue jogar sem Carlos Tévez. O argentino é o melhor jogador da Serie A 2013-14 contratado nesta temporada. Ele faz um campeonato superior que Kaká, Higuaín, Callejón, Ghoulam, Gervinho e Strootman. Tévez só não está no topo da lista de artilheiros da Serie A 2013-14 porque Ciro Immobile - juventino negociado em co-propriedade com o Genoa e emprestado ao Torino - tem uma menor quantidade de jogos. O número de gols, contudo, é o mesmo: 18.


Se continuar marcando a cada dois jogos, como tem feito até o presente momento, o argentino será o atacante com melhor média em seu primeiro ano desde Filippo Inzaghi, contratado junto a Atalanta em 1997.


Tévez já foi à rede em 19 oportunidades na temporada: 18 na liga e um pela Supercoppa. A Juventus tem, pelo menos, mais sete compromissos nessa época. Pode ser até dez se chegar à final da Liga Europa. Se Carlitos continuar no ritmo, 23 ou 24 gols ao término dos campeonatos não é um sonho impossível.


Assim sendo, Tévez alcançaria a média de aproximadamente 0,5 gols por partida. Seria o melhor índice da década. É verdade que contaria das duas últimas décadas. Quagliarella e Matri foram fenomenais em 2010-11, mas disputaram metade dos jogos de Tévez.


Holde Schneider/Bongarts/Getty Images
Holde Schneider/Bongarts/Getty Images

Pippo inspirava, expirava e marcava um gol. A arte de balançar a rede era simples


Ele só perderia para Pippo e Baggio. Inzaghi foi contratado por cifras maiores que o ex-Manchester City. Tévez custou nove milhões de euros - transferência pode chegar a 14,1 mi dependendo de seu desempenho nos três anos de contrato -; Inzaghi saiu da Atalanta por 23 milhões de liras (cerca de 16,5 milhões de euros, em valores atualizados). Baggio foi comprado junto a Fiorentina por 10 milhões de euros em 1990, um recorde à época.


O argentino bateria o francês David Trezeguet, que marcou 15 gols em sua temporada de estreia, a de 2000.


Confira a lista de jogadores, a partir da década de 90, ordenada por média de gols:


Pippo Inzaghi 46 J/27 G (0,58 gols/jogo; em 1997-98)
Roberto Baggio 47 J/27 G (0,57; em 1990-91)
Alessandro Matri 16 J/9 G (0,56; em 2010-11)
Fabio Quagliarella 17 J/9 G (0,52; em 2010-11)
David Trezeguet 32 J/15 G (0,468; em 2000-01)
Carlos Tévez 41 J/19 G (0,463; em 2013-14)
Darko Kovacevic 44 J/20 G (0,45; em 1999-00)
Vincenzo Iaquinta 29 J/12 G (0,41; em 2007-08)
Fernando Llorente 38 J/15 G (0,39; em 2013-14)
Christian Vieri 37 J/14 G (0,37; em 1996-97)
Alessandro Del Piero 14 J/5 G (0,357; em 1993-94)
Zlatan Ibrahimovic 45 J/16 G (0,355; em 2004-05)
Valeri Bojinov 21 J/7 G (0,33; em 2006-07)
Amauri 44 J/14 G (0,32; em 2008-09)
Mirko Vucinic 35 J/10 G (0,29; em 2011-12)
Nicola Amoruso 35 J/10 G (0,28; em 1996-97)
Marco Di Vaio 40 J/11 G (0,275; em 2002-03)
Daniel Fonseca 29 J/8 G (0,275; em 1997-98)
Fabrizio Ravanelli 33 J/9 G (0,272; em 1992-93)
Gianluca Vialli 49 J/13 G (0,26; em 1992-93)
Corrado Grabbi 4 J/1 G (0,25; em 1994-95)
Michele Padovano 30 J/7 G (0,23; em 1995-96)
Alen Boksic 33 J/7 G (0,21; em 1996-97)
Thierry Henry 19 J/3 G (0,15; em 1998-99)
Marcelo Zalayeta 7 J/1 G (0,14; em 1997-98)
Luca Toni 15 J/2 G (0,13; em 2010-11)
Marco Borriello 17 J/2 G (0,11; em 2011-12)
Paolo Di Canio 34 J/3 G (0,088; em 1990-91)
Marcelo Salas 12 J/1 G (0,083; em 2001-02)
Zoran Ban 6 J/0 G (em 1993-94)
Juan Esnáider 13 J/0 G (em 1998-99)
Fabian O'Neill 13 J/0 G (em 2000-01)
Tomás Guzmán 1 J (em 2001-02)
Davide Baiocco 16 J (em 2002-03)
Ciro Immobile 1 J (em 2008-09)
Michele Paolucci 5 J (em 2009-10)
Nicolas Anelka 3 J (em 2012-13)
Nicklas Bendtner 11 J (em 2012-13)