Moratamania, a mania mais estranha das manias

O título do texto faz referência a Hermes e Renato, que fixou a ideia em nossas cabeças, por meio da repetição de palavras, que o "Jornal Jornal" é o jornal que é muito mais jornal que o jornal que você compra na banca de jornal. Só assim mesmo para admitir que existe uma Moratamania em Turim.


Getty Images
Getty Images

Morata estreou pela Juve contra a Udinese e quase balançou a rede


O atacante, que veio do Real Madrid, se machucou no primeiro treinamento que fez com os companheiros de Juve. A lesão no joelho, que o deixou dois meses parado, fez com que ele perdesse o compromisso contra o Chievo, mas o jogador entrou em campo usando a camisa 9 diante a Udinese. Na última terça-feira, também jogou alguns minutos contra o Malmö. Isso, correto: alguns minutos. Para ser mais preciso, durante as duas partidas na Arena Juventus, Morata atuou por nove minutos. 


Alguns (muitos) torcedores foram ao delírio quando o jovem de 21 anos entrou no lugar de Llorente em 13 de setembro, contra a Udinese. Bastou 120 segundos para Morata arrancar aplausos dos fãs. Ele entrou com vontade, correu uma barbaridade e pressionou os zagueiros adversários como se o jogo tivesse começado há pouco. Não tinha a necessidade, porém, o espanhol queria mostrar gana. Em 240 segundos, pois, Morata quase marcou gol - a finalização foi bem defendida por Karnezis. Contra o Malmö, o atacante mostrou sua velocidade ao arrancar do meio de campo. O lance resultou na falta que Tévez converteu em gol.


Carisma define parte do caráter de Morata. Ele se despediu dos torcedores mirins do Real Madrid, no dia anterior ao da apresentação na Juventus, saindo do carro e abraçando alguns deles.



Acredito que a Moratamania é uma mistura de expectativa (afinal, o investimento total no atacante foi de 20 milhões de euros) e esperança. Será, contudo, que é isso mesmo? Fantasia, sonho, carência?