Juve arrecada quase o dobro que o Corinthians em 2014

Imagina colocar uma equipe para jogar e arrecadar 65,9 milhões de euros (R$ 217 milhões) em apenas quatro meses. Acha pouca coisa? Esse valor é quase o dobro que Flamengo e Corinthians receberam de cotas de TV por uma temporada inteira – e o valor também é superior ao que os clubes vão arrecadar a partir de 2016.


De qualquer forma, isso não é um sonho. A Juventus encheu o cofre após avançar às oitavas-de-final da Liga dos Campeões 2014-15.


Getty Images
Getty Images

Atletas da Juve comemoram a classificação em Turim


Na última terça-feira, a Velha Senhora vestiu a toga do regulamento e ficou no empate sem gols com o Atlético de Madrid. O resultado deu a segunda colocação do Grupo A ao time de Turim e uma vaga na próxima fase da competição. Até aquele momento, a Juventus tinha arrecadado 63,1 milhões de euros divididos da seguinte forma:


- 8,6 milhões de euros pela classificação à fase de grupos da Liga;
- 3,5 mi referentes aos resultados da primeira fase - 1 mi por vitória e 0.5 mi por empate;
- 42 mi provenientes dos direitos televisivos;
- 3,5 mi referentes à classificação às oitavas-de-final;
- 5,5 mi em bilheterias - 1,1 mi contra o Malmö, 1,9 mi contra o Olympiacos e 2,5 mi na partida decisiva contra o time madrilenho.


O montante podia aumentar (e aumentou) com a eliminação da Roma, ontem, ao ser derrotada pelo Manchester City. A Juventus recebeu mais 2,8 milhões de euros com a queda do rival italiano.


É válido dizer que o clube não ganhou mais dinheiro por "rivalidade". Esse valor faz referência também à distribuição da renda da TV doméstica. Os direitos da Itália nesta temporada foram avaliados em 80 milhões de euros, com uma primeira parte dividida entre Juve (55% ou 22 milhões de euros) e Roma (45% ou 18 milhões de euros). O restante da arrecadação corresponde aos resultados obtidos na fase de grupos.


O dinheiro recebido pela Vecchia Signora até o momento é superior ao de 2012-13, quando o clube teve arrecadação maior que o campeão Bayern de Munique - lembrando que a Juventus caiu nas quartas-de-final para o clube alemão, porém só teve de dividir o dinheiro da TV com o Milan. O jornal italiano "La Repubblica" acredita que o título europeu em 2014-15 fará com que mais de 100 milhões de euros entrem no cofre bianconero.


A Forbes levantou quatro pontos para sucesso financeiro de um clube europeu: conquistar o título nacional na temporada anterior, permanecer na Liga dos Campeões o maior tempo possível, representar uma marca forte no seu mercado televisivo doméstico e torcer contra seu rival. Existem dois caminhos nesse último: é ótimo economicamente, mas horroroso para o país. Especialmente para a Itália, que luta para não perder ainda mais posições no ranking da Uefa. Se a quantidade de clubes é menor para somar pontos nas competições europeias, o coeficiente tende a decrescer com o tempo.