Partida contra Roma começa com goleada da Juve

Eu estava errado. Talvez tenha sido apenas uma boa temporada, um sonho de nove a dez meses. Juan Iturbe, aquele que precisava ser contratado pela Juventus, foi deixado de lado exatamente para investir em Alvaro Morata na janela de transferências de inverno.


Mas por qual finalidade? O argentino seria a grande contratação da temporada. Na verdade, ele foi, pois a Roma gastou 29,5 milhões de euros. Em Turim, contudo, a especulação não parava até o dia do fechamento do contrato com os giallorossi. A Juventus queria e precisava de um jogador com aquele estilo de jogo: um ponta rápido e com futebol envolvente - apesar da inoperância defensiva.


Getty Images
Getty Images

Um gol a cada 140 minutos. Nada mal para o ex-Real Madrid


A segunda metade da temporada 2013-14 foi ótima também para Fernando Llorente, artilheiro da Juve no campeonato. Se tinha um centroavante capaz de fazer gols atuando ao lado de Tévez, Iturbe seria a compra mais sensata que o diretor de futebol Giuseppe Marota e o braço-direito dele, Fabio Paratici, poderiam exercer.


A concorrência com o Milan e a idade do jovem jogador (o argentino completa 22 anos em junho) elevou demais o custo por ele. Gastar menos em Morata foi a decisão que a cúpula bianconera tomou para não ultrapassar o limite disponível para a época.


Iturbe teve seus bons momentos até fevereiro: gol na partida do primeiro turno contra a Juve, uma assistência bonita contra a Fiorentina e o tento inicial na goleada contra o CSKA Moscou, pela Liga dos Campeões. Entretanto, o ponta argentino está aquém da temporada passada pelo Verona. Em Roma, ele jogou 1.130 minutos e participou de apenas seis gols (marcando três). Significa que o camisa 7 giallorossi balançou a rede a cada 376 minutos em campo.


Morata não chegou com pompa, mas caiu nas graças da torcida muito mais pelo carisma que pela qualidade. O bom jogador pelo alto - e de contratação aprovada aqui no blog - ganhou a vaga ao lado de Tévez e teve a melhor participação com a camisa da Juve exatamente nas oitavas de final da competição europeia contra o Borussia Dortmund.


A finalização após o cruzamento de Pogba não sai da minha cabeça. Que chute maravilhoso. Que frieza.


O tento ante os alemães foi o nono em 2014-15 para o espanhol, que tem média de um gol a cada 140 minutos no gramado. Morata não para por aí, pois ele já deu nove assistências nos três campeonatos combinados - Serie A, Coppa Italia e Liga.


Pagar 21,5 milhões de euros ao Real Madrid foi a decisão mais sábia que a dupla Marotta e Paratici tomou na atual temporada. O clube espanhol só pode exercer a primeira opção de recompra no verão de 2016, portanto, ainda dá tempo do atacante colocar o rival argentino no bolso por mais um tempo.


A Juventus começa a partida contra a Roma com goleada. É difícil virar.