A Juventus modificou o projeto e rejuvenesceu a equipe

Dubai, Disney ou Copacabana. Massimiliano Allegri usa os dias que lhe resta das férias para descansar, mas a Juventus não para. Até porque o diretor de futebol Giuseppe Marotta e seu fiel escudeiro, Fabio Paratici, buscam soluções no mercado para solucionar as lacunas para a equipe que inicia a temporada 2015-16 sem Andrea Pirlo e Carlos Tevez.


A próxima época será ainda mais difícil para o treinador. O segundo ano de Allegri, que reestruturou a carreira em 2014-15, será o início de uma reformulação previsível. Em 16 de julho, o treinador vai se reunir com os jogadores para o início da pré-temporada. Alguns vão precisar apenas readquirir forma física, enquanto outros terão de trabalhar dobrado para garantir a presença no plantel.


Os repasses de Pirlo ao New York City e Tevez ao Boca Juniors garantem 10 milhões de euros* aos bianconeros, além de atribuir os 8,3 mi de salário da dupla em outras operações financeiras. Até o momento, a Juventus gastou 68,25 mi em seis transações. O valor se refere às cláusulas de desempenho ou objetivos pré-estabelecidos com Palermo, Udinese e Atlético de Madrid.


Getty Images
Getty Images

Paulo Dybala, o garoto de 40 milhões de euros


Os 44 mi a serem pagos ainda nesta temporada serão descontados sem maiores problemas do valor recebido pela participação na última Liga dos Campeões. A Juventus recebeu uma soma avaliada entre 63 e 72,8 mi referente ao vice-campeonato. A única dúvida está no dinheiro reservado à cada liga. A Uefa não se pronunciou oficialmente e a Juventus ainda não divulgou o balanço financeiro da temporada. O dinheiro foi pouco? O Barcelona, campeão, conseguiu 57,9 mi ao todo.


Na teoria, Pirlo será substituído por Khedira, que chegou sem custos junto ao Real Madrid. Na teoria. Existe a possibilidade de Pereyra tomar o lugar que era do regista neste início de época. A última temporada do argentino foi tão boa que a Juventus não pensou três vezes - pois pensou duas, sim - em assinar em definitivo com o ex-Udinese por 15 mi parcelados em três anos (que pode ter o acréscimo de 1,5 mi segundo cláusulas de desempenho).


ESPNFC | Tévez mostrou que existe vida após Del Piero


Mandzukic e Dybala chegam para o lugar de Tévez, porém, não para serem substitutos do Apache. Os negócios destes dois jogadores foram, por enquanto, os que mais movimentaram dinheiro no Piemonte. Ao Atlético, a Juventus tem de pagar 7 mi até 1º de agosto. O restante dos 19 mi da transferência precisa cair em duas parcelas em 2016 e 17. Bem como o de Pereyra, o montante pode sofrer acréscimo - este, de 2 mi. Dybala, nossa, foi caro. Para contar com o argentino por quatro temporadas, os bianconeros ofereceram 32 mi ao Palermo. O valor pode subir para 40 mi, também segundo objetivos pré-acordados.


Divulgação/Juventus
Divulgação/Juventus

Acredito em 20 gols de Mandzukic na temporada? Sim


A permanência de Buffon no time titular não significa que a posição de goleiro é a menos inquieta. O contrato de Rubinho acaba neste mês e ele deve ser liberado. O super reserva Storari, aos 38 anos, estava para renovar até 2016, entretanto, pode negociar com o Bologna nas próximas semanas.


Um momento para relembrar a defesa do ano - a de Storari, contra a Inter. Miracolo.


Leali foi contratado na última época para ser o futuro substituto de Buffon, mas isso não vai ocorrer em breve. Selecionado para representar a Itália no Europeu Sub-21, o goleiro é um dos desejos do Frosinone, recém-promovido à Serie A. Existe a chance, porém menor, do ex-jogador do Cesena atuar na Espanha - ou pelo Málaga, ou pelo Rayo Vallecano. A renovação de empréstimo de Fiorillo com o Pescara está em andamento e, por isso, os reservas da Juventus tendem a ser Neto e Brignoli. O primeiro, ex-Fiorentina, assinou por ser agente livre; Brignoli, de 23 anos, foi eleito o melhor goleiro da Serie B 2014-15 pela “Digital Soccer”.


Caso aconteçam, as mudanças na zaga serão mínimas. Para Ogbonna, é extremamente importante uma ótima pré-temporada. Para o clube, a venda do zagueiro - o Everton parece interessado - é excelente para Rugani ganhar minutos na rotação. O jovem de 20 anos atuou todos os minutos da última temporada pelo Empoli e foi um dos melhores defensores do campeonato. Ele entrou na minha seleção da liga, aliás.


Não temo por Rugani mesmo se a Juventus assinar com mais um zagueiro. Afinal, Abdennour é nove anos mais jovem que Barzagli, o veterano da linha defensiva. De certo, o atleta do Monaco especulado em Turim é, também, mais jogador que Ogbonna. Supõe-se que, com mais um defensor, o clube tem mais tempo para verificar as evoluções de Magnusson e Masi - este último, capitão dos times juvenis da Senhora.


Fora dos holofotes de Pirlo e Tévez, Zaza, Berardi e Bonucci são as figuras da vez. Os dirigentes juventinos estavam ocupados demais no início da semana discutindo os trâmites finais da mudança do Apache para Buenos Aires. Reuniões devem acontecer nesta quinta-feira entre Juventus e Alessandro Lucci, empresário de Bonucci. A renovação de contrato é tratada com extrema cautela pelas partes, até porque o zagueiro não quer sair do Piemonte. Além desta, o clube quer conversar com o Sassuolo para manter Berardi no time treinado por Eusebio Di Francesco e compensar o clube com uma taxa referente a Zaza.


Getty Images
Getty Images

Rugani afirmou que está pronto para jogar pela Juventus


Entre os dois, prefiro Berardi. Ponta canhoto com excelente primeiro toque e visão de jogo - sobretudo armando o ataque desde a intermediária ofensiva. Ele foi o único jogador a participar de, pelo menos, 50% dos gols de uma equipe no campeonato nacional e 2014-15, ao contabilizar 25 gols e assistências. O problema é que o titular da Squadra Azzurra Sub-21 não acha que está preparado para atuar com a camisa da Juve e quer mais um ano ao lado de Di Francesco.


Seja Zaza ou Berardi, Coman pode rodar nesta história toda. O jovem de 19 anos mostrou habilidade no primeiro ano de Juventus, mas, cru, deve ser emprestado para Genoa (que auxiliou no desenvolvimento de Sturaro), Palermo (substituto de Dybala?) ou Sassuolo (pensando em se manter na primeira divisão por mais um ano). A pífia época de Llorente não ajuda o potencial vendedor - contudo, sempre tem algum bobo interessado. A transferência do Rei Leão é outra que cairia como uma luva, pois o salário do espanhol é de 3,5 mi. De Ceglie, Marrone e Isla são outros que podem sair, assim como Rômulo retornando ao Verona.


A janela de transferências ficará aberta por um bom tempo ainda. As especulações pipocam aqui e acolá. Uma hora é Embolo; noutra, Witsel está 99% fechado. Quem sabe o próximo anúncio não seja o retorno de algum emprestado, como Appelt, Bouy ou Spinazzola?


No mais, Marotta e Paratici procuram alternativas para rejuvenescer o time aos poucos. A dupla vai modificando o projeto fixado em 2010, que priorizava a contratação de jogadores bons e baratos ou que estão-em-péssima-fase-mas-temos-confiança. Os preços de Dybala, Mandzukic e Morata confirmam que as ideias também têm de ser revistas de tempos em tempos. A Juventus já não é mais feita de chapéus, sapatos ou roupas usadas.

* Todos os valores citados nesse texto foram calculados em euros