O Liverpool precisa de um milagre

Nada é fácil para nós, torcedores do Liverpool. Se até um mês atrás ansiávamos pelo embate contra o lider Chelsea em Anfield, agora estamos receosos. No nosso pior momento na temporada, provavelmente, na fase mais negra de Jurgen Klopp comandando o time vermelho de Liverpool, desde sua chegada na segunda metade de 2015, vamos jogar contra o Chelsea, líder com 10 pontos na nossa frente. Se a certeza de derrubar a diferença até o líder existia, agora o medo é não descarrilhar de vez o trem vermelho. O jogo é amanhã, às 18h, com transmissão exclusiva da ESPN+ e Watch ESPN.


Depois de 3 vergonhosas derrotas seguidas em Anfield, Klopp foi à imprensa bater no peito e puxar a culpa para si. Em 2017, o Liverpool jogou 8 vezes - 1 vitória sofrida contra o PlyMonth. 3 empates e 4 derrotas. Pífio. Patético. Entre as peripécias da péssima fase que vivemos, estão um empate contra um time de 4º divisão em Anfield, uma derrota para o último colocado do campeonato em casa também e eliminações da Copa da Liga e da Copa da Inglaterra – esta para o 18º colocado da Championship. O time está sem Mané? Esteve sem Coutinho e Hendo? Sim. E também sem criatividade alguma, jogando um futebol pra lá de burocrático e sem magia. Temos a posse de bola, mas não temos verticalidade nem efetividade. Se Antonio Conte viu o papelão vermelho que fizemos em janeiro, será fácil para o treinador italiano dos blues replicar uma linha defensiva atrás da bola e esperar o Poolzão errar, o que fizemos miseravelmente desde o início do ano.


Falando em Conte, o Chelsea vem forte outra vez. Depois de perder para o Tottenham, que também é/está muito consistente desde o início da temporada, o Chelsea já voltou a sua rotina, com 4 vitórias seguidas. De novo, depois de terem uma sequência de 13 vitórias seguidas quebrada, estão voando. O pior momento nosso. O melhor momento deles.


Tenho medo de um chocolatão histórico. Esqueçam o jogo em Stamford Bridge, onde vencemos eles por 2x1. Eram momentos brutalmente distintos. O Liverpool brilhante, sabendo o que fazia fora de casa, com muita consistência e dinamitando adversários em Anfield. O Chelsea claudicante, com Conte implantando os célebres 3 zagueiros. A derrota para o nosso Liverpool em casa foi a única que o Audax-do-Abramovich teve em seus domínios. Depois ainda tomaram uma surra do Arsenal no Emirates e aí, sim, não pararam mais de ganhar.


Getty Images
Getty Images

Só um deles foi eleito o melhor do seu país em 2016. Lallana, é claro!


Precisamos de um milagre. Por sorte, estamos falando com o clube mais especialista em viradas histórias e renascimentos improváveis do Planeta Bola. Tá na hora de fazer uma das suas, Liverpool, amor nosso. De tirar mais uma de suas vitórias inesquecíveis e inacreditáveis da cartola red. De fazer mais uma noite única em Anfield. Hora de a magia voltar.


Eu ainda acredito. Em se tratando de Liverpool, sempre vou acreditar.


Porque #YNWA


Pega ele, Hendo!!!