Alguma coisa mudou no Liverpool

Sabe aquele ponto de virada em determinada situação? Que depois nos lembramos dele e falamos “foi ali que tudo mudou”. Pois é. Isso foi sentido claramente essa semana. No nosso Liverpool.


Alguma coisa aconteceu...


Ilustração
Ilustração

Jurgen, o mundo não é mais o mesmo... Até o Logan sabe!


Primeiro, uma vitória improvável de virada contra o chatíssimo time do Leicester. Quando demos um gol para Vardy com 2 minutos de jogo no último sábado, como não viramos contra ninguém nessa temporada, já meio que desencanei dos 3 pontos. No máximo, um empate. E não é que viramos na MARRA um jogo mega complicado, com dois golaços do Salah? 



 


Getty Images
Getty Images

Na raça: batemos o Leicester de virada!


Isso já foi um choque – e uma grata surpresa.


48 horas depois, mais uma prova de que a vibe está diferente em Melwood. Nem em nossos melhores momentos vencemos o Burnley. Fora, então, nem pensar. Ano passado tomamos 2 cocos lá no Tuf Moor. Os caras tomaram pontos dos grandes (United, Chelsea...) Um empate já faria o pernil descer melhor no almoço de Ano Novo. E após Mané estufar a rede dos caras, o gol do Burnley para empatar era mais do que esperado. Isso sim, previsível. E ele veio a pouquíssimos minutos do fim, depois de uma bola rebatida, uma casquinha de cabeça (um dos maiores artifícios do futebol) e alguém no segundo pau para marcar. Pronto, 1x1. Não está mal. Mas ficou melhor! Numa sucessão incrível de fatos inusitados, o Liverpool arrancou outra vitória na marra (usei essa palavra duas vezes nesse texto: homenagem velada ao red Mario Marra, comentarista da partida de ontem pela ESPN). Primeiro, uma bola parada, batida por Ox. Lovren ganha de cabeça, Klavan completa pro fundo do gol, aos 49 minutos do segundo tempo.


Getty Images
Getty Images

Vibe especial: Prenúncio de grandes feitos?


Amigos, esse não é o Liverpool que conhecemos nessa temporada. Até uns jogos atrás nosso percentual de gols marcados nos últimos minutos era bisonho (para não dizer zero). E agora, isso. Sabemos que, historicamente, o Liverpool é o time da virada. Mas não estava sendo já há algum tempo. Pelo contrário, perdíamos pontos bobos aos montes, por levar viradas e empates improváveis dos adversários. As coisas estão diferentes.


O que pode significar um 2018 brilhante. Com os 4 fantásticos, Van Dijk, invictos há mais de 2 meses, com chances reais de chegar longe na UCL e um consolidado 4º da Premier.


Talvez não signifique nada também. Mas só pela emoção proporcionada nessas duas partidas, já valeu. Meus vizinhos que o digam, no momento do gol do Klavan... Uma gritaria só!


Como é bom torcer pro Liverpool! Feliz 2018! #YNWA


Faça parte da Familia Red! Venha com a gente na FanPage mais vencedora do Facebook!!!