Ao Liverpool, resta a inveja em relação à ambição dos rivais

Confesso que bateu uma bad hoje pela manhã. E nem foi por mais um vexame vergonhoso que aconteceu no fim de semana, a nossa derrota e eliminação da Copa da Inglaterra pro West Brom dentro de Anfield.


O que estou sentindo é inveja. Os rumores de que Pierre Emerick Aubameyang está fechado com o Arsenal tomam corpo e até a BBC diz que o negócio está fechado. Entendo que o time da capital inglesa não tem centroavantes e, por isso, foram as compras. Afinal, Giroud e Lacazette não servem #SQN Pura ironia! Os caras, na realidade, não precisavam de Auba. Mas não perderam a oportunidade de mercado. E estão levando um dos grandes nomes do futebol mundial.


Igual a gente.


A inveja, sentimento ruim até quando é bom, às vezes nos mostra o que poderíamos ter. Acham mesmo que Alexis era necessário ao United? Só se for para jogar no terceiro time deles. E Goreztka? O Munique realmente precisava do wonder boy alemão? E o Barcelona, com uma das melhores campanhas da história da La Liga, precisava tornar Judas o segundo jogador mais caro da história da bola?


Não. Mas mostraram pro mundo o que podem e o que querem.


Enquanto nós, temos Ings e Solanke para resolver pepinos em jogos difíceis. Sturridge, o menos pior, estamos fazendo de tudo para vender a preço de banana. 


Não me venham falar de grana. Os cofres devem estar recheados com a venda ao Barcelona do ex-10. O que falta é ambição. Ambição de querer ser grande, enorme, gigantesco, outra vez. Corto um dedo da mão que, se a gente põe 3, 4 milhõezinhos a mais na mesa em quaisquer dessas negociações citadas acima, nossa chance de levar o jogador aumentaria sensivelmente. Clamei por Alexis em Anfield a janela toda. Já pedi Auba aqui, tantas vezes...


Getty Images
Getty Images

Klopp e Ings: ACHO que prefiro o Alexis e o Auba no elenco... #SóAcho


As recentes experiências desmentem aqueles que acham que precisamos só de goleiro e defensores. Já disse, não tenho nada contra ele, mas Ings não vai decidir um jogo encracado. Ele não tem esse tamanho. E Solanke? Já teve inúmeras oportunidades, mas não engata. Se é assim, não seria melhor apostar no outro garoto que fez sucesso na base inglesa, Brewster, que já estava em casa? Precisamos reforçar o time como um todo. E aproveitar as oportunidades de mercado que se apresentam. Como as citadas.


Mas antes de tudo, precisamos de gente que sabe o tamanho que temos. Sempre tivemos.


Não sei se é o Klopp. Ou a FSG.


Mas talvez não saibam que o Liverpool FC é o Maior da Inglaterra.


Aliás, ultimamente, parece que só nós, torcedores apaixonados, sabemos disso.


#YNWA


Venha sonhar (só sonhar, mesmo) com Marco Reus vestindo a camisa vermelha mais pesada da Europa com a gente no Liverpool FC Brasil