Liverpool a dois passos do paraíso

De coerente, nós torcedores do Maior da Inglaterra não temos nada. Gritamos aos 4 ventos que queremos bater na cara do Madrid, surrar o Barcelona no Camp Nou e humilhar o Munique no Allianz. Mas na verdade, não confiamos 100%, cegamente, no nosso Liverpool. E temos medo, as vezes, do Crystal Palace.


A torcida era grande, claro. Sempre foi. E sempre será. Mas alguém no início da temporada apostaria seu braço que estaríamos na semifinal da Champions League, com chances reais de final e titulo, e em 3° na Premier, nadando de braçada e deixando o campeão Chelsea, o constante time de Wenger e o Tottenham de Kane e Pochettino comendo poeira, atrás de nós?


Certamente, não.


Getty Images
Getty Images

Loucos vermelhos: Nunca deixamos de acreditar. Mas está melhor do que nossos sonhos!


O soco que demos na mesa contra o City (na verdade, foram 2), nos solidificou como grande na Europa outra vez. Contra todos os prognósticos da mídia esportiva, fãs ávidos de Pep Guardiola, arrancamos a cabeça do time azul de Manchester comandado pelo espanhol, 3 vezes, em poucos meses. E mesmo assim, ouço a mesma mídia dizendo que os citizens praticaram o melhor futebol da Europa nessa temporada. Discordo frontalmente. Os melhores jogos envolviam o time vermelho da Terra dos Beatles (3x3 contra o Arsenal, 2x2 contra o Tottenham, os 3 triunfos contra o City...).


O fato é que não sei o que esperar agora. O time não perde mais (a última derrota foi contra o United, onde foram amassados no Old Trafford, e tivemos 3 pênaltis discutíveis a nosso favor não assinalados), e na UCL ainda está invicto... Paramos de tomar gols bobos. Na verdade, depois de VVD, paramos de tomar gols... O ataque, sem clubismo, é o mais temido da Europa (arrisco a dizer que se Salah nos ajudar a alcançar a final da Champions e ele carregar seu Egito até o mata-mata da Copa, ele será um dos 3 na disputa da Bola de Ouro). Isso porque, além do egípcio em fase divina, o melhor do time no meu modo de entender atende pelo nome de Bobby Firmino.


Getty Images
Getty Images

Gênios: O Etihad, assim como Anfield, se rendia ao Liverpool...


Estamos tão pertos da Glória Eterna. Uma final de Champions League. Do paraíso.


Mas já estamos tão orgulhosos de vocês, rapazes, que não temos cara para pedir mais nada. O que vier é lucro.


Obrigado, Liverpool.


Por fazer nossas vidas menos ordinárias.


#YNWA


Venha se surpreender com o melhor futebol da Europa na nossa FanPage Vermelha!