Na continha do chá

Meio a zero. Tá ótimo. Vale os mesmos 3 pontos de uma retumbante goleada.


Sabíamos que a partida contra o Brighton erra crucial. É muito bonito e impactante pensar que temos mais 16 “finais” pela frente na Premier League para ser campeão depois de 28 anos. Mas, se pararmos um pouco para refletir, veremos que há jogos mais importantes que outros. 3 pontos que valem mais do que outros.


Esse contra o Brighton era assim. Me explico: perdemos a invencibilidade na última partida, contra o rival City, que, num resumeco bobo, foi uma derrota por 11 milímetros (ahhh, se aquela bola entrasse). Não é fácil aceitar uma derrota num jogo tão apertado. Depois, fomos eliminados pelo Wolverhampton na Copa da Liga, há uma semana atrás. Ou seja, vínhamos de 2 derrotas, e do processo de aceitação de que não éramos invencíveis. Além disso, o Brighton é um adversário indigesto, fora de casa (ganhamos deles no Anfield por 1x0 magrinho com um gol cirúrgico do Salah). Finalmente, estávamos sem zagueiros (Fabinho teve de jogar improvisado na posição).


Getty Images
Getty Images

Defense! VVD e Robertson formam uma defesa impenetrável!


Por isso, na continha do chá, a fórceps, na marra, a vitória por 1x0 foi gigantesca. Salah sofreu o pênalti no iniciozinho do 2ª tempo (o jogo caminhava perigosamente para um dramão...) e encheu o pé para nos colocar na frente e nos acalmar. Agora, voltamos aos 7 pontos de diferença do Manchester City (que joga hoje, contra o mesmo Wolverhampton que bateu na nossa cara semana passada #QuemSabe?). mais uma final que ficou para trás. 3 pontos robustos e mega importantes, no sentido matemático da tabela (afinal, o Tottenham perdeu o jogo pro United em casa e ficou para trás...) e anímico dos nossos rapazes. “Não somos imbatíveis, mas ganhar da gente continua sendo difícil pra caramba!” Fabinho foi bem na defesa, exorcizamos nossos demônios mais recentes e voltamos ao caminho das vitórias. Agora, é receber um surpreendente Crystal Palace em viés de alta no Anfield na próxima rodada. Daí sim, uma vitória mais folgada seria de muita valia.


Matip já estava no banco. Lovren deve voltar contra os pássaros de cristal. Parece que saímos vivos de uma pequena crise – que era esperada, talvez.


Quem sabe, para finalizar com chave vermelha, os lobos não mordisquem o City essa tarde e nos devolvam a paz celestial e aquele sorrisão no rosto?


#YNWA


Faltam 16! Venham para a Liverpool FC Brasil!