Sorte de Campeão!

Sofremos mais do que deveríamos contra o Crystal Palace no sábado. Sabemos que o time azul e vermelho de Londres vem nos dando problemas ultimamente (não por acaso, foram os últimos a ganhar da gente no Anfield há um século atrás). Mas não achávamos que seria tão tenso, tão doido, tão imprevisível.


Apesar dos pássaros terem saído na frente, alguma coisa mudou no nosso time que nos faz ter certeza da virada. E foi esse sentimento que eu tive no intervalo, quando perdíamos por 0x1. Alguma vibe especial, algum sentimento esquisito fez com que em 8 minutos da segunda etapa já estávamos na frente. Claro que intensidade, competência e trabalho duro dão frutos, sempre. Mas sábado, teve um elemento a mais (de novo): a tal da sorte de campeão.


Não acredita nessas coisas?


Como você explica o chute de VVD ter rebatido no zagueiro e caído no pé de um dos atacantes mais letais do planeta, Salah, na marca do pênalti? 1x1. Como chamamos o chute do Firmino desviado no beque do Palace, matando o goleiro Speroni? 2x1. E a pixotada do mesmo Speroni ao largar no pé do mesmo Salah um cruzamento que Milner tirou da cartola? 3x2. Ok, o 4. gol foi 100% Liverpool, com Robertson se matando e Mane finalizando bem. Mas de resto, um punhado de golpes de sorte.


Getty Images
Getty Images

E essa dupla? Meu Deus, a taça vem...


Entenda, não que não merecêssemos. Propomos o jogo o tempo todo, somos mais time. E nossa dedicação e intensidade são extraordinárias. Mas tem fatores externos, quase sobrenaturais, nos ajudando a chegar na taça (me recuso aqui a falar, de novo, do gol do Origi contra o Éverton onde a bola quicou no travessão 2 vezes no último minuto da partida, antes do belga pôr para dentro).


Em contrapartida, vi um Manchester City jogando com uma tiriça de dar dó, ontem. Malemolentes e desinteressados. Estavam andando em campo. Ganharam porque são um timaço.


É um sinal.


Vencer de virada um adversário chato que vinha de vitórias consecutivas (inclusive contra o City no Etihad). Fazer uma penca de gols espíritas. Não tomar gols mesmo quando isso parecia inevitável.


Sorte de campeão.


Mas lembrem-se: a sorte só ajuda os compromissados e os competentes.


Se for assim, e depender da nossa vibe, já podem entregar a taça.


O tabu está chegando ao fim.


Getty Images
Getty Images

Festa vermelha!


#YNWA #Sorte #Competencia #Intensidade


Que a sorte esteja com nós até o fim. Venha acompanhar tudo na Liverpool FC Brasil!