Liderança dividida!

Old Trafford. Maior clássico inglês. Xoxo 0x0. E, ao contrário de todo mundo, eu até gostei.


O time não jogou chongas. Entendo isso.


Sei que era um jogo tenso. Que os caras perderam três jogadores no primeiro tempo (mas a reposição deles é sacanagem! Ou você não queria Alexis - de boca fechada, claro - no nosso banco?).


Estávamos jogando na casa dos caras. Ambiente mais hostil que Marte. Entendo que o que nós conseguimos foi um bom resultado. Apesar de tudo.


Vi gente reclamando muito nas redes sociais. O alvo principal era Klopp. Sabe aquela frase “O medo de perder tira a vontade de ganhar”?, pois é. Senti também que o alemão sentou em cima desse mantra para sair do Teatro dos Sonhos com um pontinho no bolso. Pontinho que nos devolve a liderança isolada da Premier League. Então porque a torcida está dividida?


Getty Images
Getty Images

Klopp: "Onde eu tava com a cabeça para ir de Milner na lateral e colocar o cozido do Sturridge no jogo?"


Entendo que Klopp poderia ser mais agressivo. Mas ele, no meu modo de entender, não é o único culpado por deixar passar a oportunidade de ganhar do United na casa deles, depois do festival de lesões dos Devils. Por exemplo, não é clubismo, mas o jogador que também perdemos por lesão na primeira etapa, Firmino, é mais importante para nós do que Mata, Herrera e Lingard são pro United. Juntos. Fato.


Getty Images
Getty Images

O coração vermelho sangra ao ver essa imagem...


Outra coisa: Salah não pode sentir tanto a pressão de um jogo grande. Estava morto. “A bola não chega”, vão me dizer. Sim, concordo, e quando chega ele perde na corrida pro gordo do Luke Shaw. Aí não, né, Rei?


Getty Images
Getty Images

Luke Shaw fez um partidão? Ou o Rei fez uma partidinha?


Disse aqui que a história tem poder. Nosso jogo não encaixa com o dos caras, simples assim. No primeiro turno, no Anfield, ganhamos o jogo com dois chutes do Shaqiri desviados na zaga deles. Amassamos, é verdade. Mas fomos coroados com uma bela dose de sorte.


O que eu peço agora é calma. Somos líderes. Uma vitória quarta no Anfield contra o Watford volta a ser crucial, para devolver a confiança. E meu West Ruim gigante vai cometer o crime contra um embriagado e festivo City, que faturou a Copa da Liga neste domingo.


E tudo entrará nos trilhos de novo.


Trilhos (vermelhos) que nos guiarão a Taça.


#YNWA


Sofre mais que tá pouco, na Liverpool FC Brasil!