Newcastle 0-2 United: Solskjaer comanda uma recuperação gradativa da equipe

Não teve tanto domínio, brilho ou emoção, mas o United segue pintando uma sequência de temporada bem mais alegre do que as anteriores. Se o conjunto já tido como titular vinha agradando em tudo, algumas arestas do plantel ainda precisam ser ajustadas e hoje um passo nesse sentido foi dado. Alexis Sánchez e Lukaku, provados na Premier League mas oscilantes, voltaram a dar sinais positivos e podem ser os novos transformados por Ole Gunnar Solskjaer.


ESPN.com.br | Manchester United bate o Newcastle, chega à quarta vitória seguida e Solskjaer, substituto de Mourinho, faz história


No começo sentimos a diferença de enfrentar um time montado por um treinador especialista em sistemas defensivos. Rafa Benítez faz um trabalho de tirar leite de pedra com os recursos mínimos disponibilizados pela diretoria do Newcastle e em questão de estrutura ele sempre foi um dos melhores. A transição nos oferecia possibilidades constantemente, mas não tivemos sucesso na hora H. O ritmo frenético da Premier League aparecia e dava chances para ambas as equipes.


Getty Images
Getty Images

Rashford segue em ascensão, mas Lukaku guardou duas vezes em poucos minutos contando com o jogo do fim de semana. Pode acrescentar


Em um cenário controlado, porém, os anfitriões povoaram bem os setores que gostamos de explorar e lidaram com muita força nos duelos individuais. Pogba, Martial e Rashford foram para o chão algumas vezes e o ambiente não favorecia a explosão de confiança e tranquilidade que acompanhamos nas últimas rodadas. Tivemos nossos problemas táticos e técnicos também. Como era de se esperar, a dobradinha Mata e Valencia na direita não deu tão certo assim.


O espanhol tem suas qualidades, mas oferece pouco risco 'direto' para o adversário e tira um pouco do famoso 'fear factor' que sempre pretendemos. Ele domina e automaticamente busca o centro, ou espera a chegada tardia do nosso lateral. O equatoriano há tempos não aguenta mais a pegada do campeonato e as performances melhoraram sem ele, mas por algum motivo retornou. Vestindo a faixa de capitão, nada fez para elevar o nível do conjunto e comprometia na frente e atrás.



Curta o Old Trafford Brasil no Facebook



Se Valencia não avança, perdemos uma opção de passe e ficamos unidimensionais. Se Valencia avança, ganhamos apenas a presença de um corpo incapaz de incomodar os oponentes. Ele já não é mais uma máquina no aspecto físico, não consegue aplicar seus antigos atributos com eficiência e vai se degradando. Está em uma marcha abaixo dos outros presentes em campo e deve ser utilizado apenas em casos esporádicos.


Getty Images
Getty Images

Nos 30 minutos que jogou, Alexis teve boa participação em jogadas perigosas e pode entrar no ritmo no sábado, contra o Reading


Os magpies conseguiram encaixar alguns contragolpes interessantes e poderiam ter saído na frente, mas nada que nos desestabilizasse. Solskjaer ficou conhecido por ser uma 'super sub' - o jogador que entra no decorrer das partidas e faz a diferença - e agora está carregando a fama para sua nova função. Assim como aconteceu no domingo, diante do Bournemouth, Lukaku foi ao gramado e marcou logo em seguida.


Rashford mostrou mais uma maneira que podemos aproveitar sua técnica impressionante de finalização - a falta direta nas mãos do goleiro, com um peso difícil de segurar - e o camisa 9 estava ligado para empurrar no rebote. O instinto artilheiro não se perde nunca e sem dúvidas a autoestima esportiva do nosso centroavante vai voltando. Não só a dele, esperamos: Sánchez também foi pro jogo na etapa final e deu a assistência para o segundo.


O chileno substituiu Martial e partiu da esquerda, mas por ali claramente não terá vaga. A direita, porém, representa uma lacuna capaz de ser preenchida por quem consiga produzir com consistência. Foi de lá que saiu seu passe para a fria batida de Marcus e não seria nada mal escalá-lo na posição no próximo compromisso. Recebemos o Reading no Old Trafford pela FA Cup e muitos reservas devem jogar, então é momento de dar confiança para quem ainda não recuperou após a fase sombria que aos poucos nos distanciamos.


Getty Images
Getty Images

Greenwood vem participando de treinos com a equipe principal e fará sua estreia no sábado. Promete


E acompanhar apreensivamente a estreia de um dos jovens que mais encantou as divisões de base do clube nos últimos anos. Mason Greenwood irá debutar profissionalmente com a camisa vermelha e, se continuar correspondendo às expectativas cada vez maiores, teremos uma referência. Sem pressão, claro. Mas com vontade de ver os próximos passos de uma instituição que está voltando aos caminhos habituais.