Gol brasileiro com o selo Milanello de qualidade

Afora o acidente ocorrido entre Zuñiga e Neymar (não, honestamente não vi qualquer intenção por parte do colombiano de lesionar o brasileiro, ele foi apenas estabanado e descuidado), e que finalmente os Scolari's boys apresentaram um futebol eficiente e até bonito, há uma cena dessa partida que é bem familiar ao torcedor milanista.


Em campo na partida entre Brasil e Colômbia haviam três zagueiros que já vestiram ou ainda vestem a camisa rossonera. Pelos cafeteros, Apocalypto Yépes jogou no Milan entre 2010 e 2013, e seu parceiro Cristián Zapata é rossonero desde 2012. 


acmilan.com
acmilan.com

Trabalho, meu filho


Por seu lado, o capitão da seleção de Scolari, Thiago Silva, envergou o uniforme do Milan entre 2008 (estreou apenas em 2009) e 2012 e deixou muitas saudades depois que partiu e seu lugar foi ocupado por Philippe Mexes (irc).


Pois bem. Mesmo na época em que Thiago Silva e Alessandro Nesta formavam a dupla de zaga no Milan um dos grandes problemas eram as bolas alçadas na área milanista. Mas era um deus-nos-acuda e todo mundo batia cabeça, mal posicionados e marcando somente a bola, esquecendo dos adversários. E aqui entre o primeiro gol do Brasil na partida de ontem.


Getty Images
Getty Images

Bumba meu boi, milanistas !


Os dois zagueiros colombianos foram juntos na mesma bola, como se diz por aí e, bingo! Thiago Silva estava lá na segunda trave livre, leve e solto para marcar e sair comemorando. No restante da partida, as atuações dos defensores, tanto colombianos quanto brasileiro, foram impecáveis, dignas de elogios fartos.


Agora, se o capitão brasileiro pode estufar as redes dessa vez, tem muito a agradecer a Milanello, que continua ensinando seus zagueiros a defender bola aérea igual na várzea.