Antonio Conte: o mal necessário ao Milan para a próxima temporada

Mudanças são assustadoras. Qualquer pessoa fica no mínimo apreensiva quando precisa mudar algo que está já acomodado em seu âmago e invariavelmente sair de sua zona de conforto. Às vezes, a mudança é imposta, sem escolha; às vezes, ela é motivada pelo aparecimento de novas evidências e, nesse caso, o indívuduo que for um pouco sábio, o mínimo que seja, dá seu braço a torcer e muda sua opinião. Justamente o que aconteceu com o blogueiro aqui.


Há anos venho assumindo a posição de crítico de Antonio Conte. Não o técnico Conte, um dos melhores treinadores em atividade e, sem dúvidas, o melhor técnico italiano em anos. O trabalho dele na Juventus pós-rebaixamento que levou a zebra à conquista de 3 scudetti em sequência é, no mínimo, invejável. O defeito de Conte que sempre me fez o querer longe do Milan é sua conduta fora de campo e nas entrevistas, por diversas vezes arrogante e desprezível.


Getty Images
Getty Images

Você acha que engana quem com esse implante, Toinho?


Entretanto, depois de sua passagem pelo Chelsea, com resultados obtidos de forma excepcional, recuperação de alguns jogadores que andavam rendendo menos do que os juros da poupança e, acima de tudo, a forma com que comanda o vestiário do time anti-semita de Stamford Bridge, repensei e percebi, assim como diversos milanistas, que o ex-meio campista com implantes de cabelo é, de fato, o mais indicado para levar o capeta de volta ao topo. Mais do que Carlo Ancelotti, acredite se quiser.


Se olharmos para o bando de jogadores que Montella manda a campo, vemos que falta plano de jogo, ideias criativas e notoriamente comando. Por mais que todos neguem e que postem fotos nas redes sociais de como o time está unido, nada me tira da cabeça que os jogadores rossoneri não compram mais as ideias de Vincenzinho. Ao contrário da temporada passada, quando o Diavolo ainda era pobre de marré-marré, nada funciona nem dentro nem fora de campo.


Getty Images
Getty Images

- Tá vendo alí? é para acertar UM cruzamento ali


A chegada de Antonio Conte para substituir Montella no começo da próxima temporada é especulada há algum tempo na imprensa esportiva italiana e, segundo rumores, os contatos já estão acontecendo entre as partes nos últimos meses. A situação do técnico não é muito confortável no Chelsea por ter arrumado confusão com alguns atletas de egos inflados no time inglês, e o magnata russo Roman Abramovich estaria insatisfeito ao ver seu rico dinheirinho ser gasto em reposição de peças que já haviam sido bem caras, como, por exemplo, a saída de Diego Costa. Apesar disso, Conte recuperou o bom futebol dos azuis e já está com 25 pontos, ocupando a 3ª colocação na tabela da EPL.


Pulso forte no comando dos jogadores quando necessário, inteligência e conhecimento tático e técnico para tirar o máximo dos jogadores durante a partida, Antonio Conte pode não ser um anjo ou a pessoa mais maleável desse multiverso, todavia, sua chegada no banco de reservas do Milan, se acontecer, será mais do que bem-vinda e ainda mais do que necessária se o Diavolo quiser voltar a disputar algum título de verdade.


ATUALIZAÇÃO


No começo dessa manhã (27/11/2017) aqui no Brasil o Milan anunciou oficialmente a demissão de Vincenzinho Montella do cargo de técnico do Milan e sua substituição temporária por Gennaro Gattuso, AQUELE LINDO!




Texto sobre isso em breve, segurem as cornetas.