Milan: A construção do time para a próxima temporada começa agora

Mal a temporada 2017/2018 acabou e já estamos nós aqui fazendo planos para 2018/2019 e, na bem da verdade, todo milanista espera mesmo que a dupla dinâmica #FassoBelli estejam bem mais adiantados do que nós. Nesse ponto o que esperamos deles é movimentação no calciomercato, mas não igual ao que ocorreu no meio do ano passado com a chegada de 11 jogadores de uma vez só. Queremos movimentações específicas, inteligentes e robustas.


Em algumas entrevistas coletivas Gattuso foi bem objetivo quando falou aos microfones que esse time que tem agora com o acréscimo de 3 ou 4 atletas mais experientes poderia render bem mais. Posteriormente, Mirabelli também afirmou algo nesse sentido, de que a linha de contratação será totalmente diversa da adotada anteriormente, tendo como objetivos jogadores já formados e com qualidade suficiente para subir um pouco o nível técnico da equipe de Gennarinno. Assim, com comandante e comandante tendo seus discursos alinhadinhos, podemos dar uma olhada nos setores do Milan para dissecar as necessidades do sete peles da Lombardia com CAUTELA.


DEFESA


Antes, vamos esclarecer. Quando dizemos a defesa, temos aí incluídos os goleiros, os zagueiros e os laterais, tudo bem? Então está bom.


Atualmente Rino Gattuso tem a sua disposição um total de 14 defensores em seu plantel, sendo 3 goleiros (G. Donnarumma, A. Donnarumma e Storari), 6 zagueiros de ofício (Bonucci, Romagnoli, Gabbia, Zapata, Musacchio e Gomez) e 5 laterais (Abate, Calabria e Conti na direita, Antonelli e Rodriguez na esquerda).


Getty Images
Getty Images

As duas torres


Se formos levar em consideração alguns rumores de possíveis saídas, teríamos as baixas dos irmãos Donnarumma, Zapata, Musacchio, Gomez, Abate e Antonelli. Em resumo, o número de defensores cairíam para 7, sendo que apenas 5 deles têm um nível técnico aceitável. Quanto às chegadas, Pepe Reina (G, 35 anos) e Ivan Strinic (LE, 31 anos) virão sem custo ao final de seus contratos.


Getty Images
Getty Images

Mais de 10 anos depois de Atenas, Reina chega para vestir a camisa rossonera


O trabalho de Fassone e, principalmente, Mirabelli nesse setor será convencer Musacchio a permanecer, buscar algum outro defensor no mesmo nível do argentino e, de preferência, canhoto para ser reserva imediato de Romagnoli. Em caso de saída mesmo de G.Donnarumma, promover o jovem Plizzari, que retornará de empréstimo do Ternana, à reserva imediato de Reina.


O Milan disputará novamente três competições simultâneas e dada as expectativas criadas, não é fantasioso afirmar que o milanista espera pelo menos um 4º lugar na Serie A, chegar novamente à final da Coppa Italia e à semifinal da Liga Europa. Para isso, como aquele velho ditado diz, todo bom time começa por uma defesa sólida.