A solução de Gattuso cria novos problemas para o técnico resolver

A vitória suada em cima da Sampdoria no último domingo parece ter trazido as soluções para alguns problemas de Gattuso, principalmente quando falando em gols. A dupla Cutrone e Higuaín mais uma vez demonstrou que funciona muito bem anotando um golzinho cada um, enquanto a mudança de esquema para um tradicional 442 com um objetivo básico de levar as jogadas para as pontas e aproveitar a precisão de Suso nos cruzamentos, bem como as ultrapassagens de Rodriguez em sintonia com Laxalt na esquerda aumentaram um pouco o pobre repertório ofensivo do capeta. Todavia, nem tudo é enxofre no reino do inferno e outros problemas surgiram.


Bem, surgiram é força de expressão no caso da defesa. A linha defensiva do time ficou desprotegida apesar da ótima partida de Lucas Biglia e Franck Kessié na volância. Mesmo com o trabalho sujo feito de forma exemplar, Donnarumma precisou buscar a bola no fundo das redes mais duas vezes nesse campeonato, o que fez o número de gols sofridos chegar aos impressionantes 13 tentos, mais do que um por jogo. Esse problema só será corrigido com treinamento e, principalmente, com a definição dos esquemas a serem usados pois, em alguns momentos da partida, Biglia estava se colocando na posição de regista, o que abria algum espaço entre as linhas de meio campo e defensiva.


Getty Images
Getty Images

Eu sei que você pensou no meme do salgado


Outro ponto importante é a questão de atacantes. Por conta de um calciomercato torto feio por Leonardo, Gattuso tem a sua disposição apenas 2 atacantes de referência e mudar definitivamente para um esquema em que ambos estejam em campo e sujeitos a lesões é um tanto quanto arriscado. Caso o 442 seja confirmado como o novo esquema tático base do time, Rino precisa começar a fazer testes com Castillejo e Borini *cospe no chão* jogando como segundo atacante, ou subir um dos atacantes do Milan Primavera - Raoul Bellanova, Frank Tsadjout ou Daniel Maldini - definitivamente para o time principal. Assim, resguardando seus artilheiros, o time pode sobreviver ao resto da temporada, ou pelo menos até a abertura da próxima janela de transferências.


Getty Images
Getty Images

Com os dois em campo, pode apostar que tem gol. Mas tem reserva?


Ademais, ademar, temos também a questão da ponta e lateral esquerda. O que se viu contra a Sampdoria foi um lado esquerdo muito produtivo com a alternância de Rodriguez e Laxalt na defesa e no ataque, além de ambos serem bons passadores. A má fase de Hakan ajuda na manutenção desses dois citados anteriormente no time titular, entretanto, eles são os únicos laterais esquerdos de ofício que o time possui. Assim, se o turco #10 não voltar a jogar como antes da Data FIFA, novamente Rino arrumou o problema do cobertor curto, correndo o risco de perder titular ou reserva da posição de uma vez só.


Problemas citados, problemas encontrados. Agora resta saber se Gennarinno pretende manter o 442 como primeira opção e corrige todas as situações apontadas ou se vai voltar ao velho 433 de guerra e lidar com as críticas por deixar Cutrone no banco de reservas quando o garoto, nessa temporada, precisa de apenas 47 minutos para anotar um golzinho, além de ser um exemplo de dedicação para seus companheiros dentro de campo.


- Curtinhas - 


Mattia Caldara apresentou uma lesão parcial do tendão do aquíles e uma lesão da junção miotendínea do músculo medial da panturrilha direita e vai ficar em repouso por 3 semanas até que seja decidido o tratamento a ser implementado. Zapatazo agradece.


O Milan Femminile venceu o Hellas Verona femminile com gol de Valentina Giacinti e chegou aos 13 pontos, assumindo a liderança isolada da Serie A feminina. Dai, ragazze!


Jack Bonaventura ficou de fora dos convocados de Gattuso para a partida de amanhã (31/10) contra o Genoa por conta de uma lesão. Talvez isso explique a queda vertiginosa de produção de nosso capitão Jack.