Higuaín é o elefante na sala do Milan

O ditado existe e esse não foi um trocadilho infame com o suposto e lendário sobrepeso de Gonzalo Higuaín, para começar. Além de todos os problemas de um time em reconstrução, com grandes ambições, elenco limitado e com dinheiro para investir embora impedido pela dona UEFA e seu Fair Play Financeiro, o Milan tem um problema para resolver agora, mesmo que a solução seja enrolar com essa situação até o final da temporada. Senhoras e senhores, temos um elefante enorme e argentino no meio da sala do qual precisamos falar.


Os rumores começaram logo assim que a seca de gols de Higuaín e sua expulsão imatura contra a Juventus vieram e a trama é muito simples, envolvendo dois atacantes, um técnico e três clubes. Maurizio Sarri assumiu o Chelsea, percebeu que os atacantes a sua disposição em Stamford Bridge - principalmente Alvaro Morata - não estavam dentro de suas necessidades, viu que seu BFF da camisa 9 rossonera não estava recebendo o carinho que merece - se é que merece - e deu aquela sondada. Enquanto isso, o Milan estava se enrolando com as contas já que havia sido eliminado da Liga Europa, a vaga na próxima edição da Liga dos Campeões estava se distanciando e que sem o dinheiro de competições internacionais, teria que devolver tanto Bakayoko para o mesmo Chelsea após o pagamento de 5 milhões pelo empréstimo quanto o Gonzalo Higuaín, perdendo os 18 milhões de euros pagos a Juventus pelo empréstimo.


Getty Images
Getty Images

Crianças, escovem seus dentes pelo menos 3 vezes por dia ou...


Depois de muitas negativas, desconversas, um golzinho na última partida de 2018 e um abraço apertado no técnico Gattuso, a situação parecia ter se acalmado um pouco. Contudo, a janela de transferências abriu, os rumores voltaram com alguma força e, some a isso, uma declaração de Leonardo durante a apresentação de Lucas Paquetá que deixa brecha para algumas interpretações. O Diretor milanista, ao ser questionado sobre o argentino, respondeu:



Higuain ha passato un momento un po’ così che ora deve però finire, inizi a pedalare. Il gol segnato alla Spal cambia qualcosa, ma ora Gonzalo deve continuare e prendersi per forza le proprie responsabilità. Non deve stare dietro alle voci di mercato e rimanere concentrato. Deve decidere. Su cosa? Parlo in generale ma visto che stai qua, stai qua e fai.



Em resumo, o patrão falou para Higuaín deve deixar a má fase de lado imediatamente, voltar a trabalhar e assumir suas responsabilidades no time, ignorando os rumores de calciomercato e se concentrar, afinal, se está aqui (no Milan), faça dele o que se espera. Palavras duras de quem investiu pesado em um dos atacantes mais completos da Itália, está pagando o segundo salário mais alto da Serie A - cerca de 9,5 milhões de Euros por temporada - e ainda não viu o retorno esperado. O futebol é lindo, todavia, é cada vez mais um negócio bilionário e o Milan não tem dinheiro para torrar assim.


Getty Images
Getty Images

- Gols? Não, tô procurando o meu destino mesmo


As declarações podem ser encaradas como aquele tapinha nas costas e "tratamento Betty Carvalho" do levanta, sacode a poeira e dê a volta por cima, o que seria lindo e maravilhoso vindo de um chefe e dito para a imprensa ao invés de pessoalmente ou, como todo o universo interpreta assim como os jornalistas ao redor do mundo, um belíssimo e nada elegante puxão de orelha, exigindo com todo respaldo uma resposta definitiva do jogador. Afinal, quer ficar, fique mas faça o que de você se espera.


A imprensa adorou isso e colocou um pouco mais de combustível na fogueira das vaidades que Higuaín acendeu. O Sportmediaset, por exemplo, indicou que há duas saídas para essa situação caso o argentino decida se mudar de vez para Londres. A primeira é o Diavolo repassar o empréstimo do jogador para o Chelsea, recebendo os 18 milhões de euros pagos a Juventus em desconto na contratação de Bakayoko e, talvez, com a vinda de Morata em outro empréstimo oneroso com opção de contratação definitiva ao final. A segunda opção seria o Milan repassar o argentino sem ônus e receber como compensação da Juventus o jovem atacante Kean, tendo a velha senhora que se virar com a negociação em Londres.


Se alguma dessas opções é real, não importa muito. Entretanto, é fato que pelas declarações de Leonardo e a linha de contratações supostamente adotada por Ivan Gazidis, similar a que havia no Arsenal com o clube optando por jogadores mais jovens e de acordo com o Fair Play Financeiro, Higuaín precisa resolver o que pretende fazer no Milan e deixar de ser esse enorme elefante que está atrapalhando a vida do capeta.


- Curtinhas - 


Domingo é dia de um decisivo Fiorentina Womens e Milan no Stadio Gino Bozzi em Florença. Com 28 pontos, as donas da casa, comandadas por Antonio Cincotta precisam vencer para ultrapassarem as rossonere que têm 31 pontos. Enquanto isso Morace, Giancinti, Sabatino, Thaisa e cia limitada precisam da vitória para continuarem na cola da Juventus e na zona de classificação para a próxima Liga dos Campeões feminina.


O brasileiro Lucas Paquetá está cotado para estrear já nesse final de semana contra a Sampdoria em partida das oitavas de final da Coppa Italia e, possivelmente, pode ganhar alguns minutos também contra a Juventus na Supercoppa italiana.


Lucas Biglia já retornou aos treinos na academia e em fevereiro já deve estar a disposição de Gattuso. Assim, a enfermaria do Milan Lab começa 2019 vazia.