Sob os pés da Madonnina jaz o futebol de Milão

Viram o clássico entre o 9º e o 10º colocado na tabela da Serie A no domingo? Não? Preferiu assistir a semifinal do Euricão-Lopesão 2015? Achou melhor ficar torcendo para o #PARMERA? Tem uma galera boa por aí que preferiu. Enfim, que sorte a sua. O que outrora era um dos maiores jogos do globo, que tinha transmissão garantida até para os Guardiões da Galáxia, não passou de uma certidão de óbito.


Sem quaisquer dúvidas, sob a lindíssima Catedral de Milão, aos pés de La Madonnina jaz, sem qualquer sinal de paz ou sossego, o futebol da capital da Lombardia. Internazionale e Milan deixaram bem claro no domingo, no Giuseppe Meazza deles, que o glamour de outrora mór-reu. O clássico que já foi importantíssimo foi um mero aperitivo para a rodada decisiva dos estaduais.


O que fazer agora? Bem, já que com esse empate, garantido a duras penas por milagres de Diego Lopez e imbecilidade de Rodrigo Palacio, ambas as equipes praticamente se despedem das chances de disputarem um torneio continental, nada mais natural do que juntar os cacos e vender para alguma cooperativa de reciclagem na Itália. Até porque se juntar os times e Pippo Inzaghi e Roberto Mancini em um só não dá meio.


Divulgação/AC Milan
Divulgação/AC Milan

Êita, que jogo horrível, pensou Diego Lopez


Ao que parece os orientais vão mesmo dominar Inter e Milan na próxima temporada e, pelo que dizem, o cascalho vai chover para que ambos possam se reerguer no cenário mundial. O grande problema é que, mesmo que venham Guardiola e Lewandowsky para o Milan e Gilmar Mendes e Joaquim Barbosa para a Internazionale em setembro, o panorama só vai dar sinais de melhoras a partir de 2017.


Serão longos dois anos mais de fundo do poço e sufocos para os torcedores dos times de Milão. Enquanto as vacas gordas não chegam, tudo que nos resta é aceitar e observar a Juventus comemorar mais um Scudetto na temporada 2015/2016.


-Espaço para as cornetadas amarguradas ==<O #Fuéé-


O tal do Bee Taechaubol, ao que parece, é mesmo o novo dono do Milan. A imprensa italiana fala que no próximo domingo (26/4), a venda do controle acionário para o tailandês deve ser confirmada. A boa notícia é a suposta manutenção de Barbara Berlusconi no comando do Marketing da Sociedade e o retorno de Paolo Maldini, agora na diretoria.


Pazzini já fala como ex-jogador do Milan, enquanto Mexes pode conseguir mais uma extensão de contrato. O holandês Van Ginkel já está cavando a sua permanência e Inzaghi pode ter acabado de cavar seu poço com este resultado e, principalmente, pela apresentação desastrosa do Milan.


Quem caiu vertiginosamente de produção foi Bonaventura. De candidato a disputar com Menez o papel de protagonista desta temporada, o nosso Jack se perdeu legal.


Diego Lopez, que homem.