Pare de maltratar o coração de seus torcedores, Milan

Somos todos trouxas. Opa, não, já falei disso antes. O Inzaghi é um incompetente que não sabre treinar um time de forma decente. Ah, não, isso já foi também. Está claro que há uma anarquia no vestiário do Milan e vários jogadores estão atuando abaixo do que podem de sacanagem. Êita, não, já foi também. Puta roubada essa de torcer pro Milan, hein? Ainda bem que só faltam 5 jogos para esse tormento acabar. Digo, nessa temporada. 


Ontem, no San Siro, o Genoa de Giampiero Gasperini encerrou um jejum de 57 anos sem vitória sobre o Milan em domínio rossonero. Mas não foi uma derrota daquelas simples, foi um senhor vareio, de dar pena mesmo.


Aliás, destaque para o segundo gol do Genoa, marcado por Andrea Bertolacci, que botou a defesa milanista toda para dançar e bateu certeiro. Muitos dibres™ desse menino que, pelo que dizem, pode vir jogar na temporada que vem no Diavolo.


O melhor jogador do Milan foi, novamente, Diego Lopez. Caras, não pode, por uma temporada INTEIRA, o melhor jogador do time ser um goleiro. A derrocada do time se deu justamente no momento em que ninguém mais marcou penais para o Milan (e, assim, Menez estacionou com seus 16 gols, sendo 8 de pênaltis) e o Inzaghi resolveu não escalar mais Bonaventura no tridente ofensivo do time.


Getty Images
Getty Images

Protesto da Curva Sud. Os torcedores são o mosaico perfeito


A derrota foi merecida demais e isso é incontestável. Agora os 43 pontos do Milan o deixam na 10ª posição a 5 pontos da Internazionale.


Enquanto essa cacetada """genoveva"""" era bem dada no San Siro, o tailandês Bee "o abelhudo" Taechaubol chegava à residência de Silvio il cavaliere Berlusconi para acertar a venda do controle acionário do Milan. Antes do jogo, Galliani já tinha finalmente assumido que havia uma tratativa para a venda do clube em andamento, mas que não poderia dar mais declarações.


Os relatos da imprensa italiana dão conta de que a cessão das ações do Milan ao tailandês pode ser resolvida nessa quinta-feira (30/4), mesmo havendo ainda a sombra dos investidores chineses, liderados por Richard Lee, rondando por aí, querendo atravessar essa negociação.


Enfim, o final de semana reserva, além da partida contra o Napoli, um futuro que nem o milanista mais pessimista poderia pensar: um time sem qualquer força e organização, um técnico interino (provavelmente Cristian Brocchi) e um tailandês sendo o manda-chuvas-e-tempestades do Rossonero.


-Espaço reservados para as cornetadas "genovenhas" ==<O #fuéé-


O que aconteceu ontem (29/4) em Curitiba não foi confronto senhores, e sim mais uma mostra do despreparo e truculência da Polícia Militar de qualquer Estado. Inacreditável um povo ficar mais revoltado com a alta do dólar do que com o espacamento deliberado de professores, profissionais da edução e jornalistas.


Assim que a notícia da venda do clube for oficial, um texto será produzido tratando o assunto a fundo, eu prometo.


Já viram o vídeo de apresentação do novo estádio do Milan? Não? Vejam. Em breve eu falarei mais sobre ele.



Para a partida de domingo contra o Napoli, o Milan não contará com os suspensos Abate, Mexes e Menez.


E o Menez, hein? Cada vez mais flop, não estufa as redes há 4 rodadas e não parece se importar muito com isso.