Celso Roth no Milan? Antes ele do que o Conte

Acobou a temporada. Ah, legal, ainda resta uma partida contra a Atalanta que pode valer o honroso 10º lugar na tabela da Serie A. O time de Bérgamo já salvou a pele do rebaixamento e o Diavolo, bem, vocês sabem como está (na merda).


Feita a introdução, vamos à vaca fria. Foi aberta a temporada de sucessão do Filippo Inzaghi no comando no Milan e eu sei que vocês já estão excitadíssimos (ui) com as diversas possibilidades que o calciomercato de treinadores oferece. Afinal, temos por aí passando o chapéu nada menos do que Carlo Ancelotti, Jürgen Klopp, Sam Allardyce, Vanderlei Luxemburgo, Mano Menezes, Scolari. E, ainda, os técnicos que estão empregados mas podem mudar de camisa, como Unai Emery, Vincenzo Montella, Antonio Conte.


Mas vamos nos apegar aqui a análise desse último cidadão supracitado. A quantidade de rumores sobre a vinda de Antonio Conte para o comando técnico do Milan aumentou exponencialmente. Gente, eu só peço CAU-TE-LA.


Sem qualquer vergonha ou embargo minha gente, eu digo de coração aberto que eu prefiro ver o CELSO JUAREZ ROTH sentado na panchina do Milan ao lado do Tassotti a ver o Conte usando o boné rossonero. E vou me explicar.


Getty Images
Getty Images

Me convença


O Conte é identificado demais com a Juventus, e isso já depõe contra. Oras, imagina, por exemplo, o Luxembrugo no Vasco, o Tite no Palmeiras, o Scolari sem emprego (HAHAHAHAHAHA), Phil Jackson no Boston Celtics. Não funciona, por mais que o cara seja hipócrita e diga que é um profissional e bla bla bla. Tudo cascata. Quando o time começar a jogar mal, o primeiro motivo que o torcedor vai encontrar é que a p*orra do técnico é juventino, aquele desgraçado ladrão e bandido filho duma pu*ta.


Outro ponto são os resultados fora da Itália. Quem é milanista sabe bem que ganhar um Scudetto é legal, conquistar a segunda estrela é o objetivo doméstico e tals. Mas, gente, fo*da-se a Serie A quando você ganha uma Champions League, ou mesmo uma Europa League, vai. E o Conte tem resultados ridículos fora da península.


E agora um motivo pessoal: Antonio Conte é um escroto sem tamanho. Arrogante, cheio de empáfia, sem qualquer senso de humor, antipático. Não quero um ser humano de m*erda comandando o meu time.


Espero que tenha me feito entender. Se não, vou repetir: se tivesse que escolher entre Conte e Celso Roth, eu diria VEM PRO MILAN, ROTH!


-Espaço reservado para as cornetadas celsorothianas ==< #cautela-


Qualquer que seja a sua fé, por favor, ore pelo Vinícius Alexandre, do Blog Nou. Sem qualquer vergonha na cara, o ex-amigo declarou que não curte Led Zeppelin aos quatro ventos, de peito aberto. Uma alma perdida.


Gente, eu não vou falar sobre a demissão do Carlo Ancelotti pelo Real Madrid pelo simples motivo de que não tem nada de Milan nesse caso.