Prólogo - 12 de Maio e como o Palmeiras mudou minha vida

Creio que não é uma particularidade minha dar tanto valor a determinado momento a ponto de gravá-lo no peito e na memória. Datas em que grandes coisas acontecem. Aquela vitória especial, aquele momento que muda o seu rumo, sua vida, seu ânimo.


O dia doze de maio já vem sendo especial pra mim há tempos. Era 2016, uma sexta-feira fria. Eu vivia também uma vida fria, nebulosa por incertezas, na qual o que me animava eram as curtas aulas de fotografia da faculdade de publicidade e os dias de jogos do Palmeiras. Decidi levar uma câmera ao Allianz Parque no domingo, dia de estreia de Brasileirão diante do Atlético Paranaense. 



Marcelo Brandão/ @ClickParmera 


Click, click, click, fiz foto de tudo, do periquito, da conversa do time antes do jogo, da matada de bola de Lucas Barrios, da conversa de Cleiton Xavier e Egídio, da cabeçada que encontrou o travessão, do menino Jesus e dos 4 gols que iniciaram ali uma grande caminhada. Caminhada pro título do Palmeiras e o início da jornada da minha vida.


Mandei foto pra lá, pra cá, sem saber muito o que fazer delas, o único lugar em que havia foco, naquele momento, era nas fotos mesmo. De qualquer forma, estava feliz com o que tinha acabado de descobrir. A fusão de dois amores, o nascimento de um caminho a se seguir.



Marcelo Brandão/ @ClickParmera 


O tempo passou, click click click, mais algumas fotos foram feitas, vi meu maior ídolo do atual elenco, depois de um dos jogos mais decisivos daquele campeonato, postar uma foto feita por mim em sua rede-social, vi gente de todo lado percebendo que aquilo ali havia sido feito por um torcedor que era tão torcedor quanto qualquer outro.


Levantamos a taça, e eu, levantei a bola. - A partir do ano que vem, não faltarei em um jogo sequer, não deixarei um lance passar! - Click click click.


Não deu outra. Fiz upgrade do plano prata pro plano platina no programa Avanti buscando um maior desconto nos ingressos, comprei uma lente nova, comecei a vencer as barreiras policiais para entrar com uma câmera com cara de profissional no estádio, passei a frequentar a gol-sul e a fazer fotos em todos os jogos. Foto aqui, foto alí, varias páginas independentes usando, um monte de gente curtindo! - Rapaz! Cheguei ao céu! Era isso o que eu queria o tempo todo!


Veio então outro 12 de maio especial. O 12 de maio onde resolvi divulgar minhas fotos através da minha página. Claro, com um puta medo de serem esquecidas, com o receio de não serem vistas e de que algo, que pra mim havia sido tão bom, acabasse por uma vaidade boba de querer ter um click pra chamar de meu. ClickPalestra, um filho que cresceu, amadureceu e se tornou ClickParmera. Um tal de click, já conhecido por alguns palmeirenses por aí. Provável que você que esteja aqui, lendo, tenha vindo de lá, inclusive.


Chegamos então a este 12 de maio. Dia de aniversário, dia que precede o Derby, o acerto de contas, dia pra mostrar que amanhã o dia é verde!


Dia de acreditar num 1x2 no maior rival pra gravar na memória um grande jogo que aconteceu. Dia de guardar no peito, novas vitórias. Vitoria do nosso Palmeiras, com P maiúsculo de Palestra, vitória pra se curar do orgulho ferido de dias nebulosos não muito distantes. Dia de guardar com amor, também, uma vitória pessoal, vitória por começar este blog, por chegar até aqui e ver que os tempos nebulosos de dois anos atrás, hoje não passam de uma breve memória.


Foto: Alexandre Crespo
Foto: Alexandre Crespo


Meu nome é Marcelo Brandão e esse é o tanto meu quanto nosso: ClickParmera.


Espero que se sintam muito à vontade por aqui, caros amigos.


Sejam bem-vindos!