Voltamos das férias!

Finalmente, depois de quarenta e nove dias de férias para nós, torcedores, voltamos a ver o Palmeiras em campo.
Depois de terminarmos o ano levantando o caneco de campeão brasileiro, desfrutamos de maravilhosas férias. Alguns foram pra praia, outros para o campo e outros até continuaram trabalhando. Mas é inegável que, independente de qualquer que tenham sido as atividades, esse período entre dezembro e janeiro nos amolece, e muito. Até eu, que não faço nada mais do que escrever algumas abobrinhas verdes por aqui, me dei férias, como muito de vocês perceberam e foram perguntar sobre quando viriam os próximos textos lá nas minhas caixas de entrada do instagram (@zmarcelojr e @clickparmera).


A situação não é diferente entre jogadores de futebol. As vezes esquecemos de que são humanos. De que aproveitam as festas de fim de ano com as suas famílias, que engordam um pouquinho nas férias e que perdem um pouquinho do ritmo intenso de jogo.
Diferente de outros anos, e já dando graças a Deus, nossa torcida já pareceu mais paciente. Talvez por entender tudo isso que citei no primeiro parágrafo ou talvez por saber que o elenco não perdeu peças fundamentais e apenas se reforçou. E que, se no ano passado chegamos bem em todas as competições, a expectativa é que cheguemos ainda mais longe em 2019, pela ordem natural das coisas.


Sobre a partida contra o RB Brasil. Nada longe do esperado. É óbvio que queríamos a vitória, o início com o pé direito. Que poderia ter sido o de Luan aos 48 minutos do segundo tempo, que por pouco não alcançou a bola pra nos dar a vitória. Mas um empate fora de casa, depois de entrarmos com a moleza habitual de uma volta de férias não foi nada mal. A parte mais feliz, pelo menos pra mim, além de ver que o Felipe Pires pareceu um bom jogador, foi ver o baixola da camisa sete em campo, de contrato renovado por mais cinco anos e afastado das especulações sobre uma possível ida a china. Se você estiver lendo este texto, Dudu, deixo aqui um abraço e desejos de muito sucesso pra você. Cada escolha dessas que você faz te elevam pra um patamar ainda maior de ídolo da Sociedade Esportiva Palmeiras.


E ao torcedor, deixo um recado: é claro que seu amigo são paulino já vai começar com as brincadeirinhas, já vai pensar que um 4x1 no placar do primeiro jogo já define o melhor time da competição. Mas não se engane, e se der, coloque a mão na boca na hora de bocejar, pra ser mais educado.


Bom ano pra nós, palestrinos! Quarta nos veremos no Allianz Parque, às 21:00, para o primeiro jogo em casa no ano, contra o Botafogo-SP. Estarei na Gol Sul fazendo minhas fotos e começando a botar a mão na massa também.


Avanti!